Notícias - Vale

Publicado 10/06/2017

Vale dá início à operação do Novo Trem de Passageiros da ferrovia Vitória a Minas

Vale dá início à operação do Novo Trem de Passageiros da ferrovia Vitória a Minas

Nesta terça-feira, dia 5 de agosto, a Vale dá início à operação do novo Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM). Única empresa do país a oferecer, diariamente, o transporte ferroviário de passageiros em longa distância, a mineradora anunciou, no início deste ano, um investimento de mais de US$ 135 milhões para renovar a frota das suas duas ferrovias, a Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) e a Estrada de Ferro Carajás (EFC) - essa última que liga o Maranhão ao Pará. Desse montante, US$ 80,2 milhões foram destinados à compra dos carros que começam a operar nesta terça-feira na Vitória a Minas.

Clique aqui para fazer download do vídeo apresentando o novo Trem de Passageiros

Fabricados na Romênia, os vagões, que desembarcaram em Vitória (ES) entre dezembro de 2013 e maio deste ano, obedecem a padrões europeus de qualidade. Na Vitória a Minas serão, ao todo, 56 novos carros, sendo 10 executivos e 30 econômicos. Já para a EFC foram adquiridos 39 carros, dos quais seis serão executivos e 21 econômicos. Ainda como parte do investimento, também foram comprados novos carros restaurante, lanchonete, gerador e cadeirante (destinado a pessoas com dificuldade de locomoção) para ambas as ferrovias.

Clique aqui para ouvir os depoimentos de passageiros que usaram o novo Trem em seu primeiro dia de operação

Vitória a Minas

Cada carro executivo da EFVM tem capacidade para transportar 57 passageiros. Já nos econômicos há 75 lugares. Em ambas as classes os carros são climatizados e contam com tomadas elétricas individuais nas poltronas para possibilitar o carregamento de equipamentos eletrônicos, como notebooks e telefones celulares.

Clique aqui para fazer download do DEPOIMENTO EM ÁUDIO de Zenaldo Oliveira, diretor de Operações Logísticas, sobre o novo Trem. 
Clique aqui para ler a transcrição do depoimento.

Mais modernos, os banheiros receberam novo layout e tecnologias voltadas a priorizar o uso sustentável dos recursos naturais, como a substituição do papel toalha por ar quente para a secagem das mãos. O sistema de descarga é a vácuo, semelhante ao utilizado na indústria da aviação, o que reduz o consumo de água. Os novos carros também são equipados com monitores de vídeo para oferecer uma opção de entretenimento aos passageiros durante a viagem. Além disso, toda a composição conta com detector de fumaça, aumentando a segurança dos usuários.

Os carros da classe executiva contam com sistema de som e iluminação individualizados para dar maior conforto e comodidade aos viajantes. Outro diferencial são as poltronas, mais confortáveis. As novidades contemplam também os carros-restaurante e cadeirante. O primeiro possui 72 lugares, o que representa um acréscimo de 56% em relação às composições que operam atualmente.

Segurança e conforto

O investimento prevê ainda um novo sistema de abertura e fechamento das portas externas, bem como as localizadas entre um carro e outro, que é automático. A travessia entre os carros também mereceu melhorias e ficará ainda mais segura e confortável. Isso porque a conexão entre os vagões passa a ser vedada por um sistema de plástico emborrachado.

Os novos carros de passageiros contam ainda com displays externos e internos, que exibem informações gerais sobre a viagem. Dados como destino e trajeto do trem, número dos carros, estações e paradas de embarque e de desembarque, entre outros, são algumas das orientações voltadas a facilitar ainda mais a viagem.

Novos vagões da Estrada de Ferro Carajás começam a circular em 2015

A nova frota da Estrada de Ferro Carajás entra em operação em 2015. A linha férrea, que liga São Luís (MA) a Parauapebas (PA) receberá 39 novos carros, sendo 6 executivos e 21 econômicos, além de vagões especiais e de apoio. O investimento para a renovação da frota da EFC foi de US$ 55,6 milhões.

O trem parte de São Luís às segundas, quintas-feiras e sábados, às 8h. Às terças, sextas-feiras e domingos, realiza o percurso de volta partindo do sudeste do Pará. Não há viagem às quartas-feiras. O percurso de dura 16 horas.

Sobre a Estrada de Ferro Vitória a Minas

664 km de percurso completo 30 pontos de embarque e desembarque 42 municípios atendidos 1 milhão de passageiros transportados por ano (média histórica).
Preço da passagem (percurso completo): Executiva - R$ 91 Econômica - R$ 58
Saiba mais sobre o Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas



Fonte: Assessoria de Imprensa Vale