Notícias - Vale

Publicado 10/06/2017

Vale se une ao Fundo Global na luta contra a malária

Vale se une ao Fundo Global na luta contra a malária

A Vale doará US$ 3 milhões ao Fundo Global de Luta contra Aids, Tuberculose e Malária para ajudar a manter programas de enfrentamento à malária em Moçambique e em Malauí, abrangindo o período de 2013 a 2015.

A doação é a primeira contribuição direta feita por uma empresa latino-americana ao Fundo, organização internacional apoiada pela ONU. "Nós aceitamos com grande entusiasmo a contribuição da Vale ao Fundo Global e agradecemos à empresa por ter dado esse passo importante", disse Dr. Mark Dybul, diretor-executivo do Fundo Global. "O setor privado está desempenhando um papel central no apoio à luta contra as doenças, por meio de contribuições financeiras ou de doações em espécie. A doação da Vale estabelece um exemplo a ser seguido por outras empresas".

A Vale opera uma mina de carvão em Moatize, em Moçambique, e está desenvolvendo também um porto e um projeto de infraestrutura ferroviária na região, atravessando todo o Malauí.

Vania Somavilla, diretora-executiva da Vale de Recursos Humanos, Saúde e Segurança, Sustentabilidade e Energia, disse que a iniciativa da empresa em apoiar o Fundo é um marco. "A Vale sente-se honrada em aderir ao Fundo Global, tornando-se a primeira empresa da América Latina a colaborar com a organização que apoia programas de saúde em 140 países.

Na África, o controle da málaria é um dos principais desafios de saúde pública. A Vale, que está presente no continente, tem como compromisso contribuir para o combate à doença". A parceria será anunciada na segunda-feira à noite, durante um evento oficial em Washington D.C., no qual a Vale e outros apoiadores do Fundo Global estarão presentes.

Sobre o Fundo Global O Fundo Global é uma instituição de financiamento internacional dedicado a captar e a despender recursos para prevenir e tratar o HIV e a Aids, a tuberculose e a malária. O Fundo Global promove parcerias entre os governos, a sociedade civil, o setor privado e as comunidades afetadas, a maneira mais eficaz de se chegar àqueles que necessitam de ajuda. Essa abordagem inovadora depende da apropriação pelo país e do financiamento baseado no desempenho, o que significa que as pessoas nos países implementam seus próprios programas, com base em suas prioridades, e o Fundo Global providencia o financiamento para situações em que resultados verificáveis possam ser atingidos.

Desde a sua fundação, em 2002, o Fundo Global apoiou mais de mil  programas em mais de 140 países, oferecendo tratamento contra a Aids para 6,1 milhões de pessoas, tratamento contra a tuberculose para 11,2 milhões de pessoas e 360 redes tratadas com inseticidas para a prevenção contra a malária. O Fundo Global trabalha em parceria próxima com outras organizações bilaterais e multilaterais para complementar iniciativas vigentes no combate às três doenças.



Fonte: Assessoria de Imprensa Vale