Notícias - Vale

Publicado 24/11/2017

Trem de Passageiros da Ferrovia Vitória a Minas se transforma em circo neste fim de semana

Trem de Passageiros da Ferrovia Vitória a Minas se transforma em circo neste fim de semana

Quem embarcar no Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas nesta sexta, dia 24/11, e sábado, dia 25/11, vai se surpreender com uma programação diferenciada ao longo da viagem. É que o Vagão Cultural vai se transformar num grande picadeiro, uma iniciativa da Vale para encantar e divertir os passageiros que estiverem em viagem entre o Espírito Santo e Minas Gerais com a magia característica do mundo circense.
 
Na sexta, dia 24/11, as atividades serão realizadas na composição ferroviária que segue do Espírito Santo com destino a Minas Gerais. Já no sábado, as ações se repetem, entretanto para o público que estiver embarcado no trem que viaja de Minas Gerais para o Espírito Santo. A programação, que promete encantar os passageiros,  envolverá apresentação teatral, interação com palhaços, malabarismo, shows de mágica e ilusionismo, além de cortejo utilizando instrumentos como escaleta, pandeiro, violão e tambor.
 
Toda a programação prevista durante ambas as viagens é gratuita.
 
Sobre a Estrada de Ferro Vitória a Minas

Considerada a ferrovia mais produtiva do Brasil e uma das mais modernas do mundo graças aos investimentos em tecnologia e recursos humanos, a Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) tem 905 quilômetros de extensão e transporta cerca de 40% de toda carga ferroviária do país. Por ela circulam pelo menos 60 tipos de produtos, como minério de ferro, aço, soja, carvão, calcário, entre outros. 
 
Com o passar dos anos, as operações da EFVM foram modernizadas para aumentar a eficiência tanto operacional quanto energética, a capacidade, a produtividade e a segurança, essa última trabalhada pela Vale por meio de ações de conscientização realizadas junto às comunidades situadas ao longo da ferrovia durante todo o ano. 
 
Blitzen educativas em passagens em nível (locais onde há cruzamento entre a ferrovia e as estradas), divulgação de dicas de segurança em rádios e jornais, visitas de autoescolas às áreas da Vale e jogos educativos nas comunidades fazem parte das atividades. Além disso, empregados da mineradora que atuam na operação ferroviária realizam palestras mensais em escolas de ensino fundamental e médio situadas ao longo do trecho com o objetivo de conscientizar crianças, adolescentes e adultos sobre a importância da convivência segura e harmônica com a ferrovia.
 
Trem de Passageiros 
 
Além de operar no transporte de cargas, pela EFVM passa o único Trem de Passageiros do Brasil que percorre longas distâncias diariamente. Durante o percurso, o passageiro tem à disposição belas paisagens, história, comodidade e segurança. Em 2014, toda a frota de passageiros da Vitória a Minas foi renovada, colocando carros mais modernos e confortáveis à disposição das pessoas que utilizam o transporte ferroviário diariamente. 
 
A frota atual é composta por 56 novos carros, sendo 10 executivos e 30 econômicos, além de vagões-restaurante, lanchonete, gerador e cadeirante (destinado a pessoas com dificuldade de locomoção). Cada carro executivo tem capacidade para transportar 57 pessoas. Já nos econômicos contam com 75 lugares. Em ambas as classes os carros são climatizados e disponibilizam tomadas elétricas aos passageiros para possibilitar o carregamento de equipamentos eletrônicos, como notebooks e telefones celulares. 
 
Mais modernos, os banheiros receberam novo layout e tecnologias voltadas a priorizar o uso sustentável dos recursos naturais, como a substituição do papel toalha por ar quente para a secagem das mãos. O sistema de descarga é a vácuo, semelhante ao utilizado na indústria da aviação, o que reduz o consumo de água. Os novos carros também são equipados com monitores de vídeo para oferecer uma opção de entretenimento aos passageiros durante a viagem. Além disso, toda a composição conta com detector de fumaça, aumentando a segurança dos usuários. 
 
Os carros da classe executiva contam com sistema de som e iluminação individualizados para dar mais conforto e comodidade aos viajantes. Outro diferencial são as poltronas, mais largas. As novidades contemplam também os carros-restaurante e cadeirante. O primeiro possui 72 lugares, o que representa um acréscimo de 56% em relação às composições que operam atualmente. 
 
Segurança e conforto 
 
A composição atual conta também com um novo sistema de abertura e fechamento das portas externas, bem como as localizadas entre um carro e outro, que é automático. A travessia entre os carros também mereceu melhorias e ficou ainda mais segura e confortável. Isso porque a conexão entre os vagões passou a ser vedada por um sistema de plástico emborrachado. 
 
Os novos carros de passageiros apresentam ainda displays externos e internos, que exibem informações gerais sobre a viagem. Dados como destino e trajeto do trem, número dos carros, estações e paradas de embarque e de desembarque, entre outros, são algumas das orientações voltadas a facilitar ainda mais a viagem. 
 
Vagão Cultural 
 
Para ampliar as opções de lazer e entretenimento para os usuários do Trem de Passageiros, em abril de 2016 a Vale colocou em operação o Vagão Cultural, um carro de passageiros que foi totalmente reformulado e adaptado para funcionar como espaço dedicado à realização de atividades culturais, ambientais e relacionadas à saúde, entre outras, durante a viagem. A ideia é que o Vagão Cultural seja acoplado ao Trem de Passageiros da EFVM em ocasiões específicas e datas comemorativas e que funcione como mais um atrativo para os passageiros que utilizam o transporte ferroviário diariamente. 
 
Iniciativas como apresentações musicais e teatrais no estilo "pocket" voltadas a valorizar a arte e a cultura e a proporcionar a interação dos passageiros que estiverem embarcados, oficinas de educação ambiental, campanhas de segurança ferroviária e ações relacionadas à saúde - como o Outubro Rosa, o Novembro Azul e campanha de combate ao fumo, entre outros - são algumas das atrações que devem ganhar os trilhos da Vitória a Minas a bordo do Vagão Cultural. 
 
Recentemente, a empresa também disponibilizou internet wi-fi e conteúdo de entretenimento off-line gratuitos a bordo dos carros de passageiros para oferecer ainda mais conforto e diversão para as pessoas que utilizam o transporte ferroviário. Ao abrir o ambiente virtual, o usuário acessa um espaço personalizado e amigável, com filmes e shows de sua preferência, sem a necessidade de conexão, nem de instalação de softwares adicionais ou aplicativos. 
 
Cada passageiro tem a liberdade de acessar o conteúdo que quiser, direto do seu aparelho. Isso o possibilita de retroceder ou avançar uma mídia, sem interferir na programação dos demais. O servidor instalado tem compatibilidade com os principais sistemas operacionais como IOS, Android e Windows, encontrados em diferentes dispositivos como celulares, tablets e notebooks. Mas, em alguns pontos ao longo da ferrovia, a regularidade do serviço dependerá da disponibilidade de sinal das operadoras de telefonia móvel. 
 
O sistema inclui um modem de alta sensibilidade e alcance, com antena externa e filtro para falsos sinais. Como o veículo geralmente está em movimento, a troca de torres é constante, mas isso é feito de forma rápida e imperceptível, garantindo internet com qualidade de cobertura 3G e 4G ao longo do trecho.
 
EFVM em números
 
905 quilômetros de extensão
664 km é o percurso completo percorrido pelo Trem de Passageiros
30 pontos de embarque e desembarque
42 municípios atendidos
1 milhão de passageiros transportados por ano (média histórica)
Preço da passagem (percurso completo):
Executiva - R$ 105
Econômica - R$ 73



Fonte: Assessoria de Imprensa Vale