Notícias - Vale

Publicado 02/03/2018

Bairro da Serra tem espaço de lazer planejado pelos próprios moradores

Bairro da Serra tem espaço de lazer planejado pelos próprios moradores

Projeto Instituições do Futuro, da Vale, capacitou a comunidade para revitalizar local e garantir lazer aos jovens da região

A comunidade de Diamantina, na Serra, acaba de ganhar um novo espaço de lazer e convivência na praça do bairro, planejado pelos próprios moradores, seguindo um projeto construído a várias mãos, com a participação de jovens, da associação de moradores, da universidade, da prefeitura e da Vale. 

O resultado é um espaço de cerca de 400 metros quadrados que ganhou uma quadra de esportes, banheiros, pergolados e melhorias na infraestrutura de forma geral.

O trabalho é a conclusão de um projeto piloto do programa Instituições do Futuro, promovido pela Vale, que se propôs a inovar na forma de relacionamento com a comunidade. "É comum que empresas e governos apresentem projetos prontos para a sociedade analisar. Desta vez procuramos envolver os moradores - principalmente os jovens - desde o início do processo. Eles atuaram no diagnóstico dos bairros, indicaram o local que deveria receber as melhorias e que tipo de intervenções gostariam que fossem feitas. Tudo feito de forma inovadora", destaca o gerente de Relações com Comunidades da Vale, Daniel Rocha Pereira.

A Vale disponibilizou toda a metodologia e consultoria do Design Thinking para que os grupos se reunissem para desenhar as soluções, além de colaborar com o recurso para que as intervenções fossem feitas, até o limite de R$ 17 mil por localidade. O projeto executivo foi elaborado pelo Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo da Ufes e, a partir da mobilização de toda a comunidade, a prefeitura arcou com a reforma estrutural.

A entrega em Diamantina faz parte do processo de cocriação chamado "Laboratórios Sociais | Intervenção Urbana", que está atendendo seis localidades ao todo, sendo três na Serra e três em Vila Velha, em caráter experimental. O projeto tem como objetivo chamar a sociedade a pensar de que forma é possível ocupar os espaços públicos com intervenções que ampliem a participação do jovem, deem voz a suas ideias e incentivem a cidadania. Assim, é possível driblar a vulnerabilidade dos jovens gerada pela falta de opções de lazer e de espaço para as expressões artísticas, esportivas e culturais das localidades.

Para o presidente da Associação de Moradores de Diamantina, Jorge Luiz Gomes da Silva, a experiência foi gratificante. "Tínhamos apenas um pequeno playground na praça, sem opções de lazer para os jovens. Descobrimos uma nova forma de trabalhar em conjunto, e a comunidade está mobilizada para cuidar muito melhor do espaço, que agora leva um pouquinho de cada um de nós", destaca.

Moradora do bairro, a jovem Bruna Souza Silva, 21 anos, participou de todo o processo e está ansiosa para frequentar a praça com seus amigos. "A gente opinou e participou de todas as definições, então agora temos um espaço capaz de agradar toda a comunidade, das crianças aos adultos", comemora.

O secretário de Serviços da Serra, Guto Lorenzoni, ressalta a importância desse tipo de parceria envolvendo a comunidade. "Esta parceria sempre é importante porque a partir do momento em que a sociedade participa da atividade, ela entende que aquele patrimônio público pertence a ela. O que é público pertence à comunidade, mas quando ela está inserida se envolve mais".



Fonte: Assessoria de Imprensa Vale