Notícias - Samarco

Publicado 04/09/2018

Um novo espaço de interação e conhecimento em Mariana

Um novo espaço de interação e conhecimento em Mariana

Um novo espaço de interação e conhecimento nasceu no município de Mariana (MG): a Casa do Jardim está oficialmente aberta para os marianenses, moradores da região, comunidades atingidas e pessoas que visitam a cidade. O espaço é destinado à informação, diálogo e atividades de capacitação e uso coletivo. Pensado para que todos tenham mais acesso à cultura, o local busca estimular, promover e preservar a memória e a história. Além disso, instiga a criação de novas ideias, projetos culturais e ações educativas que levam a população a refletir sobre a relação do homem com sua cidade e com o ambiente.

Instalada em um casarão do século XVIII, a Casa do Jardim foi batizada em homenagem à Praça do Jardim (Praça Gomes Freire), local de referência na cidade de Mariana. Foi concebida como uma extensão da própria praça, tomada pelo visível contraste entre o antigo e o novo.

Recentemente, o espaço passou por adequações para melhor acolher os visitantes. O conteúdo dos equipamentos interativos estão distribuídos em cenários distintos:
- Memórias mapeadas: É uma maquete interativa impressa em 3D que, em animação, mostra o rompimento da barragem de Fundão, suas consequências e os trabalhos de reparação.
- Conhecendo mais sobre: conteúdo digital e interativo dos programas da Fundação Renova.
- Caminhos do Ouro: Linha do tempo que aborda o percurso da história do ciclo do ouro em nosso país, relacionando-se com a história de Minas Gerais e de Mariana.
- Vozes da Memória: depoimentos e relatos baseados em fatos reais dos atingidos da região.
- Espaço audiovisual: vídeos institucionais do processo de reparação.
- Área de contemplação: Espaço destinado para exposição dos artesanatos produzidos pelas comunidades marianenes.
- Caminho da Transformação: Sala de imersão que tem como proposta sensibilizar o visitante para as relações da presença do homem, além de provocar diferentes experiências que, muitas vezes, passam despercebidas no cotidiano e que tem relação direta com a água.
- Placas Interpretativas: Ruínas identificadas com placas informativas.

Utilização do espaço pela comunidade

De forma atuante e participativa, as comunidades de Mariana e região têm feito parte de oficinas de discussão sobre a utilização da Casa do Jardim. Os debates giram em torno das escolhas das atividades que poderão ser realizadas no novo espaço e, também, de que forma é possível manter o local sempre ativo e preparado para receber a população. Atividades como mostras, exibição de filmes, palestras, capacitações, exposições culturais e trabalhos educativos que valorizem a cultura da região terão espaço na Casa do Jardim.



Fonte: Assessoria de Imprensa Fundação Renova