Notícias - Samarco

Publicado 29/11/2019

Projeto de revitalização da Praça Gomes Freire é aprovado

Projeto de revitalização da Praça Gomes Freire é aprovado

Como parte dos compromissos firmados pela Renova em investir 100 milhões em ações de compensação em Mariana, na segunda–feira (11) foi aprovado o projeto de revitalização da Praça Gomes Freire.

A proposta considerou tanto os aspectos históricos desde a construção da praça no final do século XIX, como também a inclusão; a acessibilidade; melhoria na iluminação, no paisagismo, no mobiliário; a preservação dos lagos e ponte; além da restauração do bebedouro, coreto e busto do Gomes Freire. Confira outras intervenções:  

- Ativação e realocação do bebedouro e do busto do Dr. Gomes Freire para o canteiro de flores em frente à Casa do Bispo; 

- Construção de rampas de acesso à praça;

- Construção de bancos tipo arquibancada, de frente para os comércios e bares;

- Construção de um piso ao redor do lago inferior e reforma da ponte dos suspiros;

- Plantio de hortênsias e rosas de Santa Terezinha nos canteiros;

- Aumento do número de bancos de madeira. 

O consenso sobre o projeto foi possível a partir da visita guiada que aconteceu no início de novembro e considerou demandas dos participantes como os comerciantes e moradores da praça e outros bairros de Mariana, representantes da Prefeitura Municipal, Conselho Municipal de Patrimônio Cultural (Compat) e Fundação Renova. Inicialmente, algumas ideias não foram aceitas como a retirada da ponte entre os dois lagos. Dona Hebe Rôla, professora emérita da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e presidente da Casa de Cultura – Academia Marianense de Letras, na ocasião, enfatizou a importância dessa ponte que é conhecida como ‘Ponte dos Suspiros’, ponto preferido para fotos de turistas e namorados. ‘’É a Ponte dos Suspiros mesmo. Ali, quando os namorados se desentendiam, eles iam para lá suspirarem e lavar as mágoas. Então, conversei com paisagista e expliquei para ele o significado do monumento e permaneceu a Ponte dos Suspiros, o que nos agradou muito, agradou o grupo todo, aos marianenses mesmo, os gaveteiros, como nós somos chamados’’, explica. Após os técnicos acolherem no projeto a vivência e opinião dos moradores, a ponte permanecerá e será reconstruída. Outras propostas não foram aceitas e não serão incorporadas ao projeto como a construção de bancos contínuos em volta dos lagos e a implantação de um palco em frente ao restaurante Rancho. Dona Hebe destacou a importância do acolhimento da opinião dos moradores. “Agora, é esperar que tudo dê certo, de acordo com os nossos entendimentos respeitados pela Renova. Nós ficaremos eternamente gratos, porque é importante para nós preservar esse pedacinho da nossa história”, enfatiza.

O projeto final foi aprovado em audiência pública no dia 11 de novembro. Vale lembrar que a Fundação Renova fez uma consulta prévia ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Agora, são aguardadas as licenças do IPHAN, Compat e da Prefeitura de Mariana. 

Início das obras

Com as licenças, as obras terão início em 2020 com previsão de conclusão em sete meses. O investimento é uma medida compensatória prevista no Termo de Transação e Ajustamento de Conduta TTAC, documento que estabelece as medidas de reparação e compensação, a exemplo da revitalização da praça solicitada pelo poder público municipal, em função dos impactos do rompimento da barragem de Fundão. 

Outros investimentos foram anunciados em julho de 2019, durante a cerimônia Dia de Minas, na Carta Aberta 'Hora de Avançar' dirigida aos marianenses. 

A participação popular na definição do projeto ocorreu na audiência pública (1 de outubro), na visita guiada (3 de novembro), na audiência de aprovação (11 de novembro) e se estenderá no acompanhamento da obra.

Clique aqui para mais detalhes sobre o projeto de revitalização da praça Gomes Freire.



Fonte: Comunicação Samarco