Notícias - Samarco

Publicado 01/08/2018

Povoação ganhará novo espaço para educação e interação social

Povoação ganhará novo espaço para educação e interação social

Referência para a comunidade, a EMEF Professora Urbana Penha da Costa, de Povoação, passará por uma grande reforma

É na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Professora Urbana Penha da Costa que as crianças de Povoação recebem os primeiros ensinamentos escolares. Mas, para além de sua importância para a educação, o espaço é referência para toda a comunidade: ali são realizadas as reuniões, eventos, acesso à internet, entre outras funções que transformam a escola em ponto de encontro na localidade.

Mas o aumento da demanda nos últimos anos fez com que a escola não fosse mais capaz de atender às necessidades da comunidade. Foi preciso improvisar espaços para acomodar o número maior de alunos, e biblioteca, laboratório e sala de informática se transformaram em salas de aula. Por isso, o Comitê Interfederativo (CIF) deliberou, em março deste ano, a construção de duas novas salas de aula.

A Fundação Renova apresentou o projeto de reforma para o Conselho Escolar e a Secretaria de Educação no dia 24 de julho. A proposta inicial apresentada pela comunidade, pela escola e pela Secretaria de Educação era a construção de mais anexos, que permitissem apenas a ampliação do número de salas de aula. O projeto apresentado pela Renova, por sua vez, redesenha toda a escola, com a setorização dos ambientes bem definida, gerando espaços integrados e facilitando o deslocamento.

“O projeto, da forma que foi pensado, vai beneficiar a comunidade como um todo. Nossa escola já tem 60 anos e ao longo desse tempo veio passando por várias modificações e alterações que não ajudam em nada no dia a dia das crianças. A reforma total que será feita vai melhorar a autoestima da comunidade, dos alunos, e também o ensino. Porque quando a pessoa está em um ambiente limpo, bonito, ela sente mais prazer em estudar. Creio que a comunidade, que há muito tempo já espera por isso, só tem a ganhar”, destacou o diretor da EMEF Professora Urbana Penha Costa, Michel Gomes.

A expectativa da comunidade em relação à ampliação da escola é boa. “Gostei muito do projeto. A reforma será uma vitória muito grande para a comunidade. Vai mudar a realidade da escola e dos alunos, e ajudar a trazer novas oportunidades de trabalho, principalmente para os professores aqui da região. Tenho filhos que estudam aqui, já fui funcionária da escola e sei como é a luta do dia a dia. Com a reforma, teremos uma estrutura melhor para os alunos, para aqueles que trabalham na escola e também para as nossas crianças com necessidades especiais”, afirmou a moradora Nilceia Coutinho, que é membro do conselho fiscal da escola.

O projeto passará, agora, por readequação, e em seguida será validado pela comunidade.



Fonte: Fundação Renova