Notícias - Samarco

Publicado 03/03/2020

Fundação Renova: Taxa de juros do fundo Desenvolve Rio Doce é reduzida para a partir de 0,47% ao mês em Minas Gerais

Fundação Renova: Taxa de juros do fundo Desenvolve Rio Doce é reduzida para a partir de 0,47% ao mês em Minas Gerais

Iniciativa é voltada para micro e pequenas empresas de municípios atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão

A partir de agora, micro e pequenas empresas de municípios mineiros atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), terão crédito a taxas ainda mais baixas. O Desenvolve Rio Doce, fundo de capital de giro criado pela Fundação Renova e gerido pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), reduziu os juros para a partir de 0,47% ao mês (a.m.). 

As empresas podem solicitar empréstimos um valor mínimo de R$ 10 mil e máximo de R$ 200 mil. O pagamento deve ser feito em 12 a 48 meses, com um período de carência de até seis meses para a primeira prestação. Também serão incorporados ao financiamento total o Imposto sobre Operação Financeira (IOF) e a Tarifa de Análise e Abertura de Crédito (TAAC). 

O Desenvolve Rio Doce faz parte das ações coordenadas pela Fundação Renova em parceria com o BDMG, e é voltado para micro e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 30 milhões, e sede em um dos 35 municípios mineiros da área de abrangência da Fundação Renova, a saber: Mariana, Barra Longa, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, Sem-Peixe, Rio Casca, São Pedro dos Ferros, São Domingos do Prata, São José do Goiabal, Raul Soares, Dionísio, Córrego Novo, Pingo d’Água, Marliéria, Bom Jesus do Galho, Timóteo, Caratinga, Ipatinga, Santana do Paraíso, Ipaba, Belo Oriente, Bugre, Iapu, Naque, Periquito, Sobrália, Fernandes Tourinho, Alpercata, Governador Valadares, Tumiritinga, Galileia, Conselheiro Pena, Resplendor, Itueta e Aimorés.

De acordo com Roberto Ruggeri, especialista da área de Economia e Inovação da Fundação Renova, o fundo tem um papel importante no desenvolvimento das empresas e no fortalecimento do empreendedorismo, contribuindo para geração de trabalho e renda dos municípios atingidos. 

Incentivo à economia local

A taxa anterior, a partir de 0,59%, já era bem abaixo da praticada em operações financeiras convencionais. Até o fim de janeiro de 2020, em Minas Gerais, foram desembolsados R$ 29,9 milhões em crédito, com 950 contratos firmados. Esta é a terceira vez que a taxa do fundo sofre queda desde quando o programa foi criado, em outubro de 2017. Nessa época, os juros eram de 0,93% a.m. Em bancos privados, as taxas chegam a quase 5%, e a quase 1% em outros bancos de desenvolvimento.

“Com a operação desta linha em condições ainda mais acessíveis, o BDMG reafirma o seu compromisso de encontrar soluções que promovam o desenvolvimento dos pequenos empreendimentos, que são indutores de significativo impacto econômico e social em suas respectivas regiões”, afirma Sergio Gusmão, presidente do BDMG.

Como solicitar o crédito 

As solicitações podem ser feitas pelo site do BDMG ou presencialmente, nos correspondentes bancários listados no portal. O limite de crédito é calculado em cerca de uma hora. Após esse procedimento, em caso de aprovação, a empresa deve imprimir o contrato de financiamento e enviar a documentação solicitada ao BDMG. Se a documentação estiver correta, os recursos são liberados em até três dias úteis.



Fonte: Fundação Renova