Notícias - Samarco

Publicado 19/03/2020

Fundação Renova adota novas medidas de segurança contra o coronavírus

Fundação Renova adota novas medidas de segurança contra o coronavírus

Com o objetivo de preservar a saúde de atingidos, colaboradores e comunidades, obras serão paralisadas temporariamente

A Fundação Renova informa que, seguindo os alertas da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, e diante do aumento dos casos de contaminação pelo coronavírus no Brasil, decidiu adotar novas medidas de prevenção e segurança. As atividades relacionadas às obras serão paralisadas temporariamente, incluindo os trabalhos nos reassentamentos, de 23 de março a 3 de abril.

O principal objetivo é preservar a saúde de atingidos, funcionários e parceiros e evitar a disseminação do vírus nos territórios em que a Fundação atua. A medida também ajuda a reduzir a sobrecarga sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

A Fundação Renova entende que, diante do agravamento do cenário, tais medidas são necessárias ainda que tragam reflexos no andamento das ações planejadas. A decisão foi adotada sobretudo para proteger a parcela da população idosa das comunidades (que é mais vulnerável ao vírus Covid-19), que têm participação nas atividades.

Todos os escritórios, canteiros de obras e unidades da Fundação e suas terceirizadas estão recebendo orientações sobre cuidados com a higiene e outras ações que ajudam a conter a propagação do vírus, segundo os protocolos da OMS.

O contingente de colaboradores ativos nas obras será reduzido ao mínimo necessário para o atendimento essencial e de emergências. Durante esse período, os contratos com terceiros e os empregos serão mantidos.

Os escritórios do Programa de Indenização Mediada (PIM) estão com suas atividades suspensas. Os atendimentos que seriam realizados durante esta semana serão reagendados. Os Centros de Informação e Atendimento (CIAs) também estão com a rotina de funcionamento alterada. Uma equipe reduzida atuará sob demanda na entrega do Informe de Rendimentos 2019 para aqueles que solicitarem. O canal 0800 031 2303 continua ativo.

As atividades de abastecimento de água (pipa e galões), bombeamento de água em Linhares (ES), manutenção de aterro sanitário em Mariana (MG) e manutenção do canteiro de obras dos reassentamentos não serão paralisadas.

Veja a seguir as novas medidas adotadas nas frentes de atuação da Fundação Renova:

Ensecadeiras do rio Pequeno (Linhares – ES)

Será mantida uma equipe para atendimento emergencial nas ensecadeiras do rio Pequeno, em Linhares. Ela atuará apenas se for acionada, caso o nível do rio aumente.

Reassentamentos

Equipes de atendimento de emergência serão mantidas ativas. Em Bento Rodrigues, um efetivo de 50 profissionais estará à disposição. Em Paracatu de Baixo, 41 colaboradores atuarão nos atendimentos. Para o atendimento dos reassentamentos familiares e moradias, estarão à disposição 15 profissionais.

Rodovias e estradas

No caso de rodovias e estradas, serão mantidas as obras de mais urgência e criticidade.

Atividades em campo

As atividades em campo como as de Uso Sustentável da Terra (UST) e outras, por serem realizadas em campo aberto, estão sendo reavaliadas e as decisões necessárias serão tomadas e comunicadas em breve.

A Fundação Renova continuará acompanhando a evolução do coronavírus em todo o território e adotando ações de prevenção e segurança por região de acordo com os protocolos regionais, nacionais e internacionais, sempre que for necessário.



Fonte: Fundação Renova