Notícias - Samarco

Publicado 06/04/2018

Fundação Renova abre canal para escoar água da lagoa Juparanã, em Linhares

Fundação Renova abre canal para escoar água da lagoa Juparanã, em Linhares

A Fundação Renova concluiu, nesta sexta, 06 de abril, a abertura do canal que conecta o rio Pequeno ao rio Doce. A obra foi necessária para escoar a água da chuva acumulada na lagoa Juparanã, em Linhares, no norte do Espírito Santo, que causou o aumento no seu nível e o alagamento do entorno.
 
O processo foi feito de forma controlada e sem provocar impactos no entorno. A regularização do nível do rio Pequeno e da lagoa Juparanã deve acontecer em um período de 30 a 45 dias. “A abertura foi feita aos poucos, de maneira controlada e 100% segura”, afirmou o gerente de Território da Fundação Renova, Sérgio Kuroda.
 
A abertura ocorreu entre 9h e 11h. Como medida de segurança, as 41 famílias que moram a jusante da barragem foram mantidas fora de casa, no período entre 7h e 15h. “A retirada dos moradores foi bastante tranquila. Quando tocou a primeira sirene, apontando o início do processo, muitos deles já estavam prontos”, diz Kuroda.
 
A retirada dos moradores do local foi uma medida preventiva e teve como objetivo garantir a segurança de todas as famílias envolvidas na ação. “Vamos continuar o monitoramento 24 horas, sete dias por semana. Os próximos passos serão o aprofundamento do canal para aumentar a vazão”, afirma Kuroda.
 
A ponte do Rio Pequeno teve o tráfego em esquema de “Pare e Siga” das 9h às 11h, com autorização do Departamento de Estradas de Rodagens (DER) e acompanhamento da Polícia Militar. “O trânsito no local foi liberado antes do previsto”, disse o gerente.
 
Entenda a obra

O canal tem 80 metros de comprimento e oito metros de largura. A obra envolveu cerca de 30 profissionais da Fundação, entre equipes de execução, engenharia e diálogo. A vazão inicial é de 1.200 litros por segundo.

Com a abertura gradativa do canal, o fluxo normal da água será do rio Pequeno para o rio Doce. Caso haja uma cheia no rio Doce, o canal será fechado para impedir que as águas do rio Roce atinjam o rio Pequeno. Para o monitoramento das cotas, a Fundação manterá as medições diárias de nível (rio Pequeno, rio Doce e borda da ensecadeira).
 
Decisão da Justiça

O barramento do Rio Pequeno, em Linhares, foi construído para evitar o contato do rio Doce com a lagoa Juparanã durante a passagem dos rejeitos da barragem de Fundão, em cumprimento de uma decisão judicial.



Fonte: Fundação Renova