Notícias - Samarco

Publicado 07/01/2020

Contratação local é prioridade nas ações de reparação em Mariana

Contratação local é prioridade nas ações de reparação em Mariana

Promoção de capacitação de empreendedores e fornecedores estimula a economia do município

Um dos principais compromissos da Fundação Renova é fortalecer a economia dos municípios impactados pelo rompimento da barragem de Fundão. Em Mariana (MG), a priorização da contratação de mão de obra e de fornecedores locais têm garantido a movimentação dos negócios da região.

Para cumprir as metas, a Fundação Renova, por meio do Programa de Estímulo à Contratação Local, mantém contato direto com as associações comerciais para mapear os fornecedores e promover oportunidades para os empresários e empreendedores locais.

“A priorização da contratação de mão de obra local e a promoção de capacitações de empreendedores e fornecedores do município de Mariana são compromissos da Fundação Renova. Com isso, visamos estimular o uso da força de trabalho local e de redes locais de fornecedores para ações que forem desenvolvidas no processo de reparação, buscando o crescimento da economia local e a geração de empregos nas comunidades atingidas”, explica Eduardo Assis, especialista da área de inteligência de Suprimentos da Fundação Renova.

Até novembro de 2019, 55 empresas e 592 pessoas participaram do Programa de Desenvolvimento dos Fornecedores que deram suporte à qualificação das empresas e dos negócios de Mariana.

Foram realizadas seis Rodadas de Negócios, que promoveram o encontro das empresas contratadas para obras no município e 410 fornecedores locais. As rodadas exploraram as oportunidades de negócios e empregos e geraram mais de R$ 38 milhões para Mariana.

Até o mês de novembro de 2019, 2.291 trabalhadores locais foram contratados. São 141 contratos ativos com fornecedores de Mariana, totalizando uma movimentação de R$ 900 milhões. Em 2019, foram recolhidos aos cofres públicos de Mariana, aproximadamente, R$ 13 milhões em Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

A empresa marianense EBJ Assessoria e Gerenciamento Ambientais, especializada em gerenciamento, fiscalização e assessoria de saúde, segurança do trabalho e meio ambiente, é uma das fornecedoras da Fundação Renova. Para o diretor-técnico comercial, João Miguel Alves, a preocupação em valorizar a mão de obra local é fundamental para o retorno financeiro do município. “A EBJ Assessoria também procura a contratação de profissionais capacitados locais, proporcionando uma melhoria nas comunidades, fortalecendo a parceria com a Fundação, que tem como uma prerrogativa esta prática. Fato que tem nos proporcionado um padrão de excelência no sistema de avaliação de fornecedores”, afirma.

Termo de Acordo de Mariana

A priorização da contratação local está prevista no Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) e no Termo de Acordo de Mariana, assinado com a Câmara Municipal em 2018. Com esse termo, a Fundação Renova comprometeu-se a exigir a contratação de 70% de mão de obra local de Mariana nos editais e nos processos de concorrências e licitações.

De acordo com o termo de acordo, todas as compras de até R$ 3 milhões devem ser contratadas exclusivamente com fornecedores da região, exceto quando não houver disponibilidade local ou o preço praticado pelos fornecedores locais participantes da concorrência for maior do que o praticado no mercado local. Já para as contratações com valores superiores, a Fundação Renova deverá exigir apoio financeiro a projetos sociais a serem executados no município.

A Salum Construções, empresa que atua em Mariana, trouxe para a cidade a Escola de Futebol do América Futebol Clube. “Quando a Salum Construções foi contratada para fazer obras no município, sentimos o clima difícil que a cidade vivia e queríamos deixar uma contribuição positiva. Como sou presidente do América, propus ao prefeito a criação de uma escola de futebol com toda expertise do América, bancada pela Salum Construções. A Fundação Renova abraçou o projeto e ele cresceu. Hoje, temos mais de 120 meninos e meninas que treinam e disputam campeonatos. Fico muito contente ao ver que uma pequena ideia, apoiada por várias pessoas, levou felicidade à cidade de Mariana”, diz o sócio-proprietário da empresa, Marcus Salum.

Além da Câmara Municipal de Mariana, o Termo de Acordo de Mariana foi assinado pelo Sindicato Metabase, o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), pela Associação dos Prestadores de Serviços e Locadores de Equipamentos de Mariana (Ampla) e a Associação Comercial e Industrial e Agropecuária de Mariana (Aciam).

Números do estímulo à contratação local em Mariana



Fonte: Fundação Renova