Notícias - Petrobras

Publicado 22/11/2019

Petrobras conclui aquisição de dados sísmicos no Campo de Búzios

Petrobras conclui aquisição de dados sísmicos no Campo de Búzios

Projeto é considerado o maior levantamento sísmico com receptores de fundo em águas ultraprofundas do mundo

A Petrobras concluiu o maior levantamento sísmico do mundo, na área da Cessão Onerosa de Búzios, localizada na Bacia de Santos, a cerca de 200km da cidade do Rio de Janeiro. O projeto chamado de 3D Búzios Nodes foi iniciado em novembro de 2018 e utilizou a tecnologia OBN (ocean botton nodes) para deposição de receptores no fundo do oceano em 6.600 posições, em uma área de 1.620km2, equivalente a quatro baías de Guanabara, a profundidades que variaram entre 1.600 a 2.200m. A técnica utilizada está entre a mais modernas na construção de imagens tridimensionais de alta resolução de reservatórios de petróleo.
 
O trabalho foi realizado em parceria com a empresa CGG (Compagnie Générale de Géophysique) e a Seabed Geosolutions, que utilizou o modelo Manta® como receptor sísmico. Esse modelo é capaz de registrar os dados continuamente por 75 dias em até 3.000m de profundidade.
 
Para a aquisição de dados, os receptores OBN registraram as reflexões sísmicas geradas por ondas acústicas emitidas por um navio fonte. A partir de agora as informações registradas passarão pela etapa de processamento sísmico, que consiste na aplicação de técnicas computacionais específicas na criação do imageamento da geologia em subsuperficie. O produto deste trabalho resultará em um dado geofísico de elevada qualidade.
 
As informações obtidas por este levantamento irão apoiar o desenvolvimento e o gerenciamento da produção do campo de Búzios, maximizando a economicidade e o fator de recuperação do campo.



Fonte: Agência Petrobras