Notícias - Gerais

Publicado 08/08/2014

Sinal verde para Obras em porto

Sinal verde para Obras em porto

Licença de Instalação do ltaoca Offshore, em Itapemirim, foi aprovada pelo lema e início da construção está previsto para outubro

Foi dado o sinal verde à construção do Itaoca Offshore, porto especializado na prestação de serviços para a indústria de óleo e gás, que será erguido em Itapemirim, no Sul do Estado. O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Tema) emitiu ontem a Licença de Instalação (LI), que permite o início das obras em outubro.

De acordo com o diretor técnico do Tema, Elias Morgan, a Licença de Instalação possui 67 condicionantes que a empresa precisa cumprir.

"São 59 condicionantes técnicas e oito administrativas e orientativas. São questões como monitora-mento da linha de costa (areia), pa-ra eventuais erosões, e prioridade na contratação de mão de obra de empresas locais", disse Morgan.

O diretor de operações do Itaoca Offshore, Álvaro de Oliveira Junior, explicou que o início das obras está previsto para a segunda quinzena de outubro.

"Faremos agora todo o processo de manejo da flora e da fauna encontrada na região. Só aí daremos início à terraplanagem e outras questões. Temos que cumprir também algumas condicionantes desde já. Até o fim de outubro, começaremos a obra, definitivamente", informou o diretor.

A previsão de conclusão do empreendimento e início das atividades do Itaoca Offshore, segundo o diretor, é de 24 á 26 meses. "Estamos trabalhando com uma previsão de conclusão da obra para entre outubro e dezembro de 2016.0 investimento total é de R$ 450 milhões", completou.

Empregos Serão criados mais de 1.000 empregos, durante a fase de implementação, com as obras de construção do porto, em Itapemirim. "9-á recebemos cerca de 500 currículos de interessados em trabalhar com a gente. Iremos começar as contratações agora em setembro. Estamos com o site aberto (www.itaoc aoffshore.c om.br) e existe um campo para envio do currículo (Trabalhe Conosco). São vagas para diversas funções", finalizou o diretor de operações.

Fonte:  JE