Notícias - ArcelorMittal

Publicado 25/11/2019

Qualidade do ar: um tema de extrema relevância para a ArcelorMittal Tubarão

Qualidade do ar: um tema de extrema relevância para a ArcelorMittal Tubarão

A qualidade do ar vem recebendo especial atenção da ArcelorMittal Tubarão, que está investindo mais de R$ 2 bilhões em iniciativas que contribuem para reduzir as emissões atmosféricas decorrentes de suas atividades. Esse montante inclui as ações previstas no Termo de Compromisso Ambiental (TCA) e outras relacionadas a projetos específicos que vêm sendo executados na Coqueria Convencional. A gestão da qualidade do ar no Espírito Santo e as operações industriais suscitam debates constantes na região.  

É um tema complexo que precisa ser trabalhado em diferentes esferas da sociedade, elevando o discurso a um patamar mais técnico e objetivo, para que o senso comum seja substituído pelo debate técnico, com foco em resolver a questão. É preciso que a sociedade conheça as soluções e as alternativas que vêm sendo empregadas no sentido de controlar emissões atmosféricas e tornar cada vez mais harmônico o convívio entre as comunidades e a atividade industrial. No domingo, dia 24, a qualidade do ar foi tema de um caderno especial publicado pelo jornal local A Tribuna, expondo a opinião de diferentes atores que interagem nesse processo e contribuindo para enriquecer o debate de forma construtiva e propositiva.  

A publicação mostrou o que diferentes segmentos da indústria e do setor de serviços vêm fazendo a fim de gerenciar e reduzir o impacto das emissões atmosféricas, além de enfocar estudos e pesquisas que buscam identificar, por exemplo, o impacto do material em suspensão no ar da Grande Vitória em pacientes asmáticos. São estudos conduzidos com o apoio da ArcelorMittal Tubarão e que buscam obter informações aprofundadas sobre como a poluição atmosférica interfere na vida das cidades e orientar ações que contribuam para minimizar seus efeitos. 

Também foram ouvidos representantes de comunidades da Grande Vitória e dirigentes de órgãos municipais e estadual que se dedicam ao monitoramento e controle ambiental. O caderno especial sobre qualidade do ar é um documento que reúne as iniciativas e opiniões de diferentes atores envolvidos na gestão do tema qualidade do ar. 

Um deles é o Ministério Público Estadual (MPE-ES), cuja atuação foi fundamental no estabelecimento do TCA. O caderno ouviu ainda o especialista do Desert Research Institute (DRI), professor John G. Watson. O DRI é mundialmente reconhecido por investigar os efeitos das mudanças ambientais (naturais e induzidas pelo homem) e por apoiar o avanço de tecnologias que buscam o gerenciamento eficaz dos recursos naturais. 

A publicação especial aborda, ainda, o Projeto Evoluir da ArcelorMittal Tubarão, que reúne todas as ações que a empresa vem desenvolvendo com a finalidade de aprimorar a sua gestão ambiental, contemplando as ações previstas no TCA e outras iniciativas que envolvem, inclusive, a mudança de comportamento de todos aqueles que fazem parte da companhia. Os próprios empregados também expressam a sua opinião e falam do que vem mudando na empresa e nas pessoas a partir da implementação do Evoluir. 

Clique aqui e confira a íntegra do caderno especial, um documento que pode ser fonte de pesquisa e que aponta não só a nossa evolução em gestão ambiental, mas também a forma como o debate construtivo e propositivo pode contribuir para essa questão.



Fonte: Comunicação ArcelorMittal