Notícias - ArcelorMittal

Publicado 16/07/2019

Coral ArcelorMittal se apresenta no II Festival Sesi de Música Clássica

Coral ArcelorMittal se apresenta no II Festival Sesi de Música Clássica
Um dos corais mais antigos em atividade e um dos mais tradicionais do Espírito Santo – o da ArcelorMittal - completou 33 anos. Com um portfólio recheado de apresentações no Brasil e no exterior, o grupo mostrará seu talento, mais uma vez, no próximo dia 18 de julho, quinta-feira, durante o II Festival Sesi de Música Clássica, no Teatro do Sesi, em Jardim da Penha.

Com repertório eclético, o Coral interpretará desde músicas populares a canções folclóricas e músicas sacras. Destaque para “Tristeza do Jeca”, primeira música cantada pelo Coral, quando foi fundado na década de 1980. Atualmente com 50 integrantes, entre empregados e aposentados da ArcelorMittal Tubarão e pessoas da comunidade, o grupo é regido pelo Maestro Adolfo Alves.

A apresentação, às 20 horas, terá participação da Camerata Sesi e será aberta ao público, com entrada franca. Os ingressos – limitados à capacidade do espaço, que é de 300 lugares – estarão disponíveis para retirada, na bilheteria do Teatro, uma hora antes da apresentação.

Ficha técnica:
Concerto 33 anos do Coral ArcelorMittal

Maestro Titular e Coordenador - Adolfo Alves
Regente Assistente e Técnico Vocal – Wilson Olmo
Pianista – Elenísio Rodrigues Júnior

Repertório

1ª parte: Coral ArcelorMittal e Piano
1 – Tristeza do Jeca, de Angelino de Oliveira, interpretada por Tonico e Tinoco (primeira música cantada pelo Coral).
2 – Lua, lua, lua, lua - Caetano Veloso – Arr. Marcos Leite
3 – Madalena, folclore capixaba (congo) – Arr. Adolfo Alves
4 – Pout Pourri de sambas de carnaval (É com esse que eu vou, de Pedro Caetano / Lata d’água na cabeça, de Candeias Júnior / Vem chegando a madrugada, de Noel Rosa) – Arr. Adolfo Alves
5 - Danças Polovitsianas, da ópera “Príncipe Igor”, de Borodin

2ª parte – Coral ArcelorMittal e Camerata Sesi
Regência - Maestro Leonardo David
1 – And The Glory, de “O Messias”, de Georg Friedrich Handel
2 – Te Deum, de Haydn
4 – Hallelujah, de “O Messias”, de Georg Friedrich Handel


Fonte: Mile4 Assessoria de Comunicação