Notícias - Gerais

Publicado 28/12/2018

Startup capixaba tem apoio do Bandes por meio de fundo de participação em investimento

Startup capixaba tem apoio do Bandes por meio de fundo de participação em investimento

Tecnologia capixaba com câmeras 3D permite melhora na gestão pecuária e bem estar animal

 Uma conhecida máxima de administração de empresas chegou aos currais brasileiros: “só podemos gerenciar aquilo que medimos”. O projeto Olho do Dono é uma solução criada pela startup Mogai, em parceria com a empresa Projeta Sistemas, para estimar peso de bois por tecnologia de câmera 3D.
 
Esse sistema facilita a pesagem dos animais, tradicionalmente feita com balanças de gravidade, fitas e tabelas de conversão. O que a Mogai fez foi partir de uma ideia simples, mas que resultou em um salto de inovação para o agronegócio: Os empreendedores perceberam que as técnicas de pesagem empregadas atualmente no setor agropecuário são antiquadas e ineficientes, pois envolvem gastos com o transporte dos animais até o local de pesagem, utilização de força para capturar e controlar o gado, além de causar estresse e deslocamento desnecessário aos animais, fatores que contribuem diretamente para a perda de peso dos animais.
 
O processo usa duas câmeras sincronizadas, que fotografam o animal sem que seja necessário utilizar a forca ou deslocá?lo. Em seguida, as imagens são reconstruídas em 3D por meio de um software especifico. Com o uso da tecnologia 3D, a empresa conseguiu um ganho de tempo e de confiabilidade na coleta dos dados para o produtor, permitindo armazenar e gerar informações que são essenciais para aumentar a eficiência e a produtividade.
 
Primeira empresa apoiada pelo Fundo Primatec
 
No Espírito Santo, a Mogai/Olho do Dono é a primeira empresa apoiada pelo Fundo Primatec, um Fundo de Investimento em Participações (FIP), de R$ 100 milhões, destinado a investir em companhias inovadoras, com alto potencial de crescimento e geração de valor. O Primatec investe em empresas incubadas ou graduadas em incubadoras e parques tecnológicos.
 
Para ter acesso a essas empresas, o Fundo estabelece parcerias com os mais conceituados parques tecnológicos e incubadoras do país. A atuação em solo capixaba se dá por meio de parceria com o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) que um dos acionistas do Primatec.
 
“O Bandes possui formas de apoio para modernização e inovação do agronegócio, não apenas pela forma tradicional, como o crédito produtivo, como também fundo de investimentos em participações. Os FIPs são recursos que contribuem para o desenvolvimento de negócios promissores”, enfatiza Everaldo Colodetti, diretor de Crédito e Fomento da instituição.
 
Informações sobre consultores e linhas de financiamento:
Bandes Atende: 0800 283 4202
Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e IOS
www.facebook.com/bandesonline
www.bandes.com.br



Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Bandes