Notícias - Fibria

Publicado 13/09/2018

Fibria estimula empreendedorismo, no distrito de São Silvestre, em Jacareí (SP)

Fibria estimula empreendedorismo, no distrito de São Silvestre, em Jacareí (SP)
Projeto Laboratório de Ideias, que capacitou jovens da comunidade, no início do ano, tem nova versão voltada a pessoas interessadas em desenvolver negócios

A Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, tem como uma de suas premissas o apoio a projetos que estimulem o protagonismo e a geração de renda das comunidades onde atua. Com esse foco, a empresa desenvolve neste ano o Laboratório de Ideias, em Jacareí (SP), que traz aulas de empreendedorismo para a comunidade do distrito de São Silvestre.

Após beneficiar 22 jovens, no início do ano, o projeto foi retomado com novo escopo: envolver as pessoas que já empreendem no distrito. A intenção é abordar temas como empreendedorismo, criatividade e inovação durante os sete encontros que serão realizados em dois meses.

“O curso é uma imersão em inovação e empreendedorismo, em que partimos do processo de geração de ideias até o desenvolvimento de projetos. O último encontro será em formato de pitch (apresentação curta e direta para atrair clientes). No final do curso, eles estarão preparados para inovar continuamente, utilizando a metodologia aprendida”, diz Leandro Andreatta, coordenador de Sistema de Gestão da Fibria e idealizador do projeto ao lado do consultor de Sustentabilidade da Fibria, Adriano Martins.

Andreatta já ministrou o curso para oito grupos na região do Vale do Paraíba e traz sua experiência no assunto para as aulas, que abordam conceitos como geração de ideias, design thinking, prototipagem, inovação colaborativa, estratégias de venda e de apresentação.

“Na edição passada, após gerar resultados animadores com os jovens do distrito, que puderam mostrar seu potencial em propostas criativas, o Laboratório de Ideias agora vai trazer ferramentas para os empreendedores tornarem seus negócios inovadores e competitivos. A intenção é possibilitar o acesso a informações importantes e de fácil aplicação para aprimorar a gestão”, afirma Adriano Martins, consultor de Sustentabilidade da Fibria.

As edições do curso, apoiado pela Fibria, foram viabilizadas pelo programa Rede Responsável. A iniciativa reúne organizações que incentivam o investimento socioambiental em programas e projetos para fortalecer os processos de desenvolvimento local, por meio da estruturação de redes para troca de informações, produtos e serviços.

Incentivo aos jovens

A primeira turma do Laboratório de Ideias contou com 22 jovens, a maioria entre 16 e 20 anos. Divididos em três grupos, os alunos foram instigados a transformar suas ideais em propostas de valor, para depois formatarem modelos de negócios. Para isso, precisaram levar em conta os diversos aspectos que envolvem uma empresa, como administração, finanças, marketing e recursos humanos.

O trabalho em equipe resultou em projetos variados: produção de pão de queijo, com cores e recheios inovadores; criação de serviços para açougue – como delivery, kits de produtos e atendimento por whatsapp - e estratégia de e-commerce para  artesanato, com a participação de integrantes do projeto Mãos que Valem, também apoiado pela Fibria. No encerramento das atividades, em fevereiro, os participantes apresentaram os projetos desenvolvidos para a comunidade, família e amigos.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Fibria