Notícias - Samarco

Publicado 01/11/2019

Comunidade de Boninsegna, no ES, terá novo sistema de abastecimento e captação de água

Comunidade de Boninsegna, no ES, terá novo sistema de abastecimento e captação de água

Hoje o abastecimento é feito por caminhões-pipa, que bombeiam a água para o reservatório da comunidade

Um novo sistema de captação e abastecimento de água será instalado na comunidade de Boninsegna, distrito de Marilândia, no Espírito Santo. O sistema terá uma nova captação no rio Doce e a adequação de um poço já existente, que também será utilizado para o abastecimento local. Atualmente, o abastecimento é feito por meio de caminhões-pipa, que bombeiam a água diretamente para o reservatório que abastece a comunidade.

A Fundação Renova vai instalar um Sistema de Tratamento de Água, que fará o controle da água, e ainda injetar cloro, de forma a adequá-la ao padrão de potabilidade. Serão feitas também melhorias de adequação da estrutura de revitalização do poço, com a substituição da tubulação existente e a instalação de medidores de vazão e pressão, com vistas ao licenciamento ambiental. O projeto já foi apresentado para representantes do município e da comunidade.

O novo sistema deverá ser capaz de tratar tanto a água do poço quanto a do rio. A seleção entre o tipo de captação será realizada manualmente pelo operador da concessionária local. Assim, a água captada será bombeada até a estação para tratamento e depois direcionada ao reservatório que abastece a comunidade. Será construída uma via de acesso ao Sistema de Tratamento, bem como o cercamento ao redor das novas construções.

Os processos de contratação das obras, regularização fundiária e licenciamento ambiental devem ser concluídas em abril de 2020 e a previsão de entrega das obras é em novembro de 2020.

A dona de casa Maria das Graças de Souza, de 48 anos, acredita que o  novo Sistema de Tratamento irá resolver os problemas de falta de água na comunidade. “Moro aqui há 30 anos e sempre faltou água na comunidade, principalmente no verão e no período de seca. Água é vida e não podemos ficar sem ela. O caminhão pipa que nos abastece é muito incerto porque, quando acontece algum problema na estrada, ficamos na mão. Antes do rompimento da barragem em Minas Gerais, a gente já usava a água do rio Doce para lavar vasilha, roupa e até tomar banho. Acredito que a estação de tratamento de água deve resolver o nosso problema e facilitar a vida da comunidade”, diz.

A líder do Programa de Abastecimento da Fundação Renova, Yone Fonseca, destaca os benefícios das obras para a região: “O novo Sistema de Tratamento de Água vai garantir o abastecimento contínuo, da comunidade. Além disso, marcará o fim das viagens dos caminhões-pipa que trafegam no local”, afirma.



Fonte: Assessoria de Imprensa Fundação Renova