Notícias - Gerais

Publicado 04/05/2020

Cristhine Samorini é eleita Presidente da Findes

Cristhine Samorini é eleita Presidente da Findes
A industrial Cristhine Samorini (à esquerda) presidirá a Findes de 2020 a 2023. Ao lado, o atual presidente Léo de Castro

A industrial Cristhine Samorini foi eleita presidente da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes) na tarde desta quinta-feira, dia 30 de abril. Atual presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado (Siges), a candidata teve o voto de 23 sindicatos habilitados e presidirá a entidade nos próximos três anos (2020-2023). A cerimônia de posse será realizada em agosto.

Pelo novo regulamento eleitoral da Findes, a presidente eleita terá até o dia 11 de maio para apresentar os nomes da nova diretoria, a ser referendada em nova votação no dia 28 de maio. Nesta votação, são definidos cargos como: vice-presidentes, vice-presidente administrativo, vice-presidente financeiro, conselheiros.

“Estamos diante de um período desafiador para nossas indústrias e nosso país. Vamos trabalhar juntos para sairmos mais fortes desta crise. Quando decidi colocar meu nome à disposição dos sindicatos filiados à Findes, tinha conhecimento que seria um desafio enorme. Hoje reconhecemos que mais do que nunca, precisamos avançar na modernização do Sistema Findes, ampliando nossa capacidade de atendimento para continuarmos no caminho de apoiar todas as industrias neste momento tão difícil”, explica a presidente eleita.

“Queremos levar a Federação a todas as 18 mil indústrias do Espírito Santo, dando ainda mais sentido ao que fazemos: transformar a vida dos capixabas e impulsionar negócios”, complementa Cris.

A presidente eleita, Cristhine Samorini, explica que o plano de trabalho é uma construção coletiva que começou em 2019 e teve a participação vários sindicatos. Em oficinas foram identificados os desafios prioritários para os próximos três anos da Federação:

Fortalecimento sindical: apoio ao reposicionamento estratégico, ampliação da receita com oferta de serviços e maior convergência entre sindicatos.

Articulação institucional: uma agenda clara de interação com o poder público e as demais instituições, sempre buscando a simplificação e a desburocratização.

Gente e gestão: atender demandas específicas dos setores, formar gestores preparados para a indústria do futuro e fazer da Findes uma ferramenta de atendimento mais ágil.

Comunicação para conexão: a Findes deve ser o elo entre empresas, sindicatos, organizações e sociedade.

Transformação digital. Tornar a mudança viável para as micro e pequenas empresas do Estado e para a própria Findes.

Para o atual presidente do Sistema Findes, Léo de Castro, Cristhine simboliza a concordância dos industrias capixabas com a escolha da profissionalização do sistema, da elevação da transparência, pelo aumento do relacionamento mais aberto e integrado com todos os atores do desenvolvimento do Espírito Santo.

Cristhine Samorini foi eleita com 23 votos. O candidato Egídio Malanquini, industrial do setor cafeeiro, obteve 10 votos.

“Nestes três anos conseguimos colocar na agenda do empresariado do Estado a relevância de tratar de temas como produtividade, inovação, indústria 4.0, digitalização, melhoria do ambiente de negócio, internacionalização, enfim uma agenda moderna e que conecta com tudo que se discute nas economias mais desenvolvidas”, destaca Leo.

“A federação é uma entidade que trabalha para aumentar a competitividade da indústria, trabalha para integrar os interesses do setor produtivo com os da sociedade, trabalha para gerar oportunidades cada vez maiores para o cidadão capixaba”.

Encerrada a votação, o presidente Léo de Castro pediu para se dirigir aos conselheiros, e elogiou o trabalho da Comissão Eleitoral, presidida por Aristóteles Costa Neto.

“Parabéns à Comissão Eleitoral, que soube conduzir o processo e dirimir as dúvidas e questionamentos. A Federação tem as suas instâncias próprias para isso, tem seus espaços de diálogo próprios. Temos agora uma nova presidente, uma nova liderança. Parabéns à vencedora, Cris Samorini, que soube conduzir o debate de alto nível, olhando para as questões relevantes da Indústria, e parabéns também ao candidato Egídio Malanquini. Temos aqui na parede a foto dos presidentes eméritos da Federação e eles souberam olhar para o futuro, e esperamos que o futuro seja sempre melhor que o presente. Temos certeza de que a Federação está em ótimas mãos”, disse Léo de Castro.

Perfil

Cristhine Samorini é administradora, especialista em Gestão de Negócios, com MBA em Marketing. Possui duas décadas de dedicação ao associativismo, com destacada atuação na Findes e no Cindes, além do Sindicato das Indústrias Gráficas do Espírito Santo, que atualmente preside. É também diretora-comercial da Grafitusa, primeira gráfica do Espírito Santo, uma empresa com 99 anos de história.


Fonte: Assessoria de Comunicação Findes