Notícias - Gerais

Publicado 23/04/2020

Covid-19: Tecnologia utilizada em barreira sanitária do aeroporto de Vitória contou com apoio do Findeslab

Covid-19: Tecnologia utilizada em barreira sanitária do aeroporto de Vitória contou com apoio do Findeslab
O Aeroporto de Vitória está utilizando câmeras térmicas em suas barreiras sanitárias, a fim de conter o avanço da Covid-19. A estruturação dessa novidade tecnológica contou com a participação do Findeslab

“Utilizado para realizar a triagem, ele é capaz de mostrar graficamente a temperatura corporal de pessoas à distâncias de até dez metros com precisão”, explica Dayvson Leandro Araújo Silva, especialista em dispositivos e sistemas inteligentes do Findeslab e do Instituto Senai de Tecnologia (IST).

O equipamento equivale a um medidor de temperatura e todos os passageiros que desembarcam no local precisam passar por ele. Em linhas gerais, o passageiro recém-chegado ao Aeroporto de Vitória é encaminhado à câmera, que mede a temperatura automaticamente e dá um sinal de alerta caso o passageiro esteja com uma temperatura mais elevada. Nestes casos, ele é levado para o atendimento médico em uma área restrita do aeroporto.

“Diante do quadro de transmissão comunitária já constatado no Brasil, todas as possibilidades de identificação precoce de casos suspeitos são eficientes na interrupção da propagação do vírus. Uma vez que um dos principais sintomas de instalação do vírus no corpo humano é a febre, identificar  pessoas que estão transitando normalmente com a temperatura elevada, permite o encaminhamento destas a uma anamnese clínica. Além da possibilidade de identificação precoce, o fato de que o uso desse equipamento não necessita de contato físico, o torna um grande aliado no combate ao novo coronavírus”, destacou o especialista.

Pioneirismo

De acordo com a subsecretaria de Atenção em Saúde do Estado, esse equipamento é o único utilizado em barreiras sanitárias no Brasil. O especialista do Findeslab, o hub de inovação da indústria capixaba, atuou na especificação técnica e análise de viabilidade econômica da solução.

“Basicamente fizemos uma pesquisa para poder entender quais parâmetros deveriam ser levados em consideração para que o equipamento fosse utilizado da maneira correta. Além disso, realizamos a especificação e buscamos outros fornecedores diferentes do apresentado na reunião inicial, conseguindo abaixar consideravelmente os custos”, explicou Davyson.


Mapa de Calor: imagem mostra como funciona o equipamento / Foto: Divulgação

Abordagens

A barreira sanitária é um mecanismo utilizado pelas autoridades governamentais para prevenir riscos de contaminação e disseminação de doenças. No Aeroporto de Vitória, a medida foi organizada de acordo com as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para controle e prevenção da transmissão do coronavírus no Espírito Santo. A equipe que atua na Barreira Sanitária no Aeroporto de Vitória é formada por um médico, um enfermeiro e três técnicos de enfermagem, e também conta com o apoio do Corpo de Bombeiros.

O grupo faz abordagens de acolhimento e orientação sobre as medidas preventivas contra o novo coronavírus para passageiros de outros estados brasileiros que chegam ao Espírito Santo. O equipamento utilizado no local foi emprestado pela empresa Pred Engenharia, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), e cedido à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).


Fonte: Comunicação Findes