Notícias - Gerais

Publicado 10/01/2019

Com energia fotovoltaica, panificadora de Minas Gerais dobra consumo de energia, mas mantém valor da conta

Com energia fotovoltaica, panificadora de Minas Gerais dobra consumo de energia, mas mantém valor da conta

“Delícias do Trigo” aderiu ao uso de energia fotovoltaica com usina de 132,3kWp instalada pela Alsol. Além da economia financeira, indústria deixará de emitir 140 toneladas de CO2 ao ano

O parque industrial da empresa “Delícias do Trigo”, que possui uma estrutura 10.000 m² em Campo Belo (MG), conta agora com uma usina energia fotovoltaica (UFV) de 132,3kWp. Instalado pela Alsol Energias Renováveis - empresa acelerada pelo grupo Algar -, o sistema com 490 módulos proporcionou uma conquista importante para a panificadora: embora o consumo de energia tenha dobrado, o valor da conta permanece o mesmo.

“A panificação é um ramo que tem um desafio grande em relação ao consumo de energia elétrica, que pode impactar negativamente nos lucros e na competitividade da empresa”, afirma Gustavo Malagoli, presidente da Alsol. “A solução que implantamos na ‘Delícias do Trigo’ foi providencial, porque foi em um momento de alta no valor da tarifa e aumento do consumo”, acrescenta. A estimativa é que o montante economizado seja de quase R$ 90 mil por ano.

A UFV foi instalada em uma área de 980 m². O valor investido será recuperado pela panificadora em aproximadamente 5 anos. Além da economia financeira, a empresa deixa de emitir na atmosfera mais de 140 toneladas de CO2 e o sistema equivale a 860 árvores plantadas.

“Delícias do Trigo” foi fundada em 1993 em Campo Belo, região Sul de Minas Gerais. Atualmente, emprega 80 colaboradores e produz um mix de 25 produtos distribuídos para mais de 160 cidades de Minas Gerais e São Paulo.



Fonte: Assessoria de imprensa - Grupo Algar