Notícias - Gerais

Publicado 04/05/2020

8 dicas para comercializar produtos artesanais sem sair de casa

8 dicas para comercializar produtos artesanais sem sair de casa
Bruna Szpisjak, do Time de Artesãos da Círculo S/A, recomenda dicas essenciais e fáceis de colocar em prática e incrementar a renda

Apesar de algumas cidades estarem flexibilizando o confinamento social, ainda há muitas que seguem com o isolamento e a recomendação continua sendo para que as pessoas saiam apenas em casos essenciais. Com a rotina de home office, muitas pessoas aprenderam a fazer trabalhos manuais, a partir de cursos on-line ou até mesmo redescobriram a atividade que já havia sido transmitida por uma avó, tia ou mãe e aproveitaram o tempo em casa para aprimorar técnicas. Pessoas do grupo de risco também aproveitam para tricotar, crochetar e bordar. Além de passar o tempo de maneira produtiva e terapêutica, o trabalho feito à mão é uma boa alternativa para ajudar no orçamento.

Mas, e como comprar materiais e vender as peças confeccionadas sem sair de casa? É possível comprar os materiais, como agulhas, novelos, acessórios e tudo que o artesão precisar, em e-commerces especializados que entregam em todo país. Em algumas cidades, lojas e armarinhos também oferecem o serviço de delivery. E para ajudar a alavancar as vendas das produções artesanais, a designer e professora Bruna Szpisjak, do Time de Artesãos da Círculo S/A, preparou oito dicas essenciais e fáceis de colocar em prática e incrementar a sua renda. Confira:

Saiba calcular quanto vale a sua hora: estabeleça quanto você deseja faturar por mês com a venda de peças artesanais. Calcule quantas horas diárias e dias por semana você dedica à atividade e multiplique pelo número de semanas do mês. Por fim, você divide o valor que você quer ganhar por mês pelas horas mensais totais e chegará a um valor estimado da sua hora.
 
Use produtos de qualidade: a peça final que é comercializada é a sua identidade e referência. Portanto, usar produtos de qualidade para a confecção das peças é fundamental para que o cliente confie no que está comprando e, dessa forma, se fidelize e recomende você a outras pessoas. Lembre-se que a indicação e opinião dos consumidores é um dos tipos de marketing mais importantes e valiosos para os negócios.
 
Peças pequenas gastam pouco material: você consegue ter um custo menor e oferecer um preço mais acessível de venda também. Com pequenas e mais simples produções, você consegue ainda fazer trabalhos incríveis em menos tempo e com um preço mais em conta a você e ao consumidor.
 
Público infantil e feminino consomem mais: direcione suas produções para estes públicos que são os que mais se interessam e compram produtos artesanais. Vestimentas, acessórios ou itens para a decoração, como os amigurumis, que são os preferidos para enfeitar ambientes infantis.
 
Identifique suas peças: utilize uma etiqueta ou tag personalizada que identifique o nome do seu ateliê, da sua marca ou seu nome mesmo. É uma forma de fortalecer o seu trabalho e posicionamento e dar mais credibilidade ao seu negócio.
 
Utilize rótulos de composição e dicas de lavagem: insira na sua peça a composição do fio e a dicas para lavar e conservar o produto. São informações úteis ao seu consumidor.
 
Use plataformas on-line para venda: torne as suas redes sociais uma vitrine para os seus produtos e também um canal de comunicação com seus clientes e potenciais clientes. Além disso, aposte em marketplaces especializados em artesanato e produtos personalizados, como a elo7, por exemplo. Na plataforma, você pode oferecer produtos a pronta entrega ou sob encomenda.
 
Agregue valor ao produto: o produto artesanal por si já carrega um valor sentimental, uma história por trás da confecção de cada peça e um significado cheio de afeto e aconchego. Você pode somar alguns diferenciais que podem conquistar ainda mais os seus clientes, por exemplo borrifando água perfumada com aroma suave na peça, embrulhando a peça comprada em uma embalagem atrativa, enviando um cartão personalizado agradecendo a compra e outros.
 
A Círculo S/A produz conteúdo em diversos canais para ajudar artesãos a se profissionalizarem e a empreenderem, bem como para inspirar e estimular a criatividade. Durante a pandemia, a empresa, que é a maior fabricante de produtos para trabalhos manuais da América Latina, disponibiliza lives diárias com diversos convidados em seu perfil no Instagram, com temas relacionados à saúde, bem-estar, criatividade, empreendedorismo e artesanato. Além disso, diariamente, são disponibilizadas três receitas no site da Círculo S/A, que possui mais de 6 mil ideias gratuitas de como fazer itens de crochê, tricô e amigurumi. Cerca de 50 e-books temáticos também estão à disposição gratuitamente no site e aplicativo Love Círculo para quem quiser baixar e aprender novas técnicas artesanais.


Fonte: Oficina das Palavras