Notícias - Fibria

Publicado 29/04/2020

Portocel e colaboradores se unem para doar alimentos em Aracruz

Portocel e colaboradores se unem para doar alimentos em Aracruz
Campanha organizada por colaboradores resultou em 21,2 toneladas de alimentos, parte doada pela empresa, entregues à Prefeitura de Aracruz

A pandemia do novo coronavírus tem feito aflorar um forte sentimento de solidariedade e empatia em relação às famílias que, cumprindo isolamento social, têm passado por dificuldades para garantir o sustento. Movidos por esse sentimento, integrantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da Portocel – Terminal Especializado de Barra do Riacho organizaram uma campanha de arrecadação de alimentos. O resultado foram 21,2 toneladas de alimentos, parte arrecadada pelos trabalhadores e empresas parceiras e parte doada pela Portocel.

Reunidos em cestas básicas, os alimentos foram entregues nesta terça-feira (28) à Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Aracruz, que é quem vai destinar o material arrecadado às famílias mais necessitadas do município. A campanha de arrecadação coordenada pela Cipa de Portocel traduz o espírito solidário das equipes da empresa, que sempre entram em campo para dar a sua contribuição em casos de situações como a que se tem agora, em que há pessoas precisando de ajuda.

“A ação organizada por nossos colaboradores é uma demonstração de solidariedade e de preocupação com o outro. Nós, como empresa, sabemos o quanto esse tipo de atitude vem sendo importante nesse momento de pandemia e entramos nessa iniciativa, dando a nossa contribuição a essa corrente do bem”, explica Alexandre Mori, gerente executivo da Portocel.  Dentre os alimentos entregues à Prefeitura, 7,2 toneladas foram arrecadadas na campanha organizada pela Cipa e outras 14 toneladas foram doadas pela Portocel, totalizando 21,2 toneladas.

Máscaras e álcool em gel – A Portocel também entregou à Prefeitura de Aracruz nesta terça-feira (28) 4 mil máscaras para distribuição à população e 150 unidades de álcool em gel. As máscaras adquiridas pela empresa foram confeccionadas por costureiras que participam do projeto Criarte, de Barra do Riacho. A confecção de máscaras é uma importante fonte de renda para as costureiras do Criarte nesse momento de desaceleração da economia. O uso da máscara e a higienização das mãos com álcool, como têm orientado os órgãos oficiais de saúde, são as principais formas de prevenção contra a Covid-19.

Prevenção – Atuando em uma atividade essencial, Portocel vem mantendo a normalidade de suas operações, cercando-se de todos os cuidados para garantir a saúde e a segurança dos trabalhadores, parte dos quais está trabalhando de casa. O Terminal distribui máscaras para todos que acessam o porto, monitora a temperatura, vem disponibilizando álcool em gel em diversos pontos estratégicos e disciplina a ocupação do restaurante e veículos de transporte utilizados para locomoção das equipes, a fim de manter o distanciamento seguro entre as pessoas.

Sobre Portocel – Com capacidade para embarcar 7,5 milhões de toneladas/ano de cargas, Portocel é reconhecido por sua eficiência na movimentação de produtos florestais, dispondo de completa infraestrutura logística, instalações e equipamentos integrados a diferentes modalidades de transporte: importação e exportação, longo curso e cabotagem, cargas gerais, projetos, granéis e operações de oil & gas. O porto é controlado por dois grandes players do setor de celulose e papel: a Suzano e a Cenibra. Com localização privilegiada no município de Aracruz, o porto está conectado por malha rodoviária e ferroviária aos principais centros produtivos e de consumo do país.


Fonte: P6 Comunicação