Notícias - Fibria

Publicado 08/11/2017

Operações da Fibria em Caravelas recebem visita de representantes da imprensa

Operações da Fibria em Caravelas recebem visita de representantes da imprensa
 

Em operação desde março de 2003, o sistema de transporte marítimo de madeira da Fibria, que transporta eucalipto entre o sul da Bahia e a fábrica da empresa, no norte do Espírito Santo, ajuda a desafogar o tráfego de carretas nas rodovias e acaba de passar por um projeto de modernização. Nesta terça-feira (7/11), um grupo de representantes da imprensa do sul da Bahia foi conferir de perto a operação do Terminal, que gera cerca de 600 empregos diretos.

Com a modernização, o Terminal passou a operar com guindastes que contam com tecnologia de ponta no carregamento e descarregamento das barcaças. A operação com esses equipamentos reduz em 40% o tempo de carregamento/descarregamento, aumentando a eficiência em relação ao trabalho antes feito com a utilização de máquinas carregadeiras. “A alternativa também oferece ganhos ambientais, já que não há desgaste de pneus e o consumo de combustível é menor”, observa Lucas Bozolan Mendes, coordenador de Logística da Fibria.

Caravelas também está entre os municípios atendidos pelo Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT), desenvolvido pela Fibria com o objetivo de fortalecer a agricultura familiar. Nove associações de pequenos agricultores fazem parte do PDRT em Caravelas, contemplando cerca de 350 famílias. Elas recebem orientação sobre gestão e comercialização de diversos produtos agrícolas.

Outras 20 famílias do município também participam do Colmeias, iniciativa por meio da qual a Fibria oferece áreas para instalação de apiários em seus plantios florestais, visando incrementar a renda familiar dos participantes, que também recebem orientação sobre produção e comercialização de mel.

“O Colmeias e o PDRT são iniciativas por meio das quais a Fibria busca inserir as comunidades em atividades produtivas, oferecendo oportunidade de geração de renda”, destaca Narcisio Loss, consultor de Sustentabilidade da empresa.

Os representantes da imprensa também receberam informações sobre os monitoramentos ambientais que a Fibria realiza na região e sobre os cuidados da empresa em relação à operação de dragagem, feita anualmente para manter a navegabilidade do Canal do Tomba, que dá acesso ao Terminal. A dragagem beneficia também as embarcações de pesca e de turismo que transitam pelo local.



Fonte: Assessoria de Imprensa Fibria