Notícias - Fibria

Publicado 18/07/2018

Fibria estimula práticas sustentáveis em escolas municipais de Capão Bonito (SP)

Fibria estimula práticas sustentáveis em escolas municipais de Capão Bonito (SP)

Projeto de conscientização sobre ações de conservação do meio ambiente e qualidade de vida beneficia 95 alunos dos bairros Ferreira das Almas e Proenças 

A Fibria, empresa brasileira líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, desenvolve o projeto Práticas Sustentáveis nas escolas municipais “Governador Franco Montoro” e “Angelino Sudário de Souza”, em Capão Bonito (SP). O objetivo é conscientizar crianças e adolescentes sobre a importância de iniciativas que beneficiem o meio ambiente e a qualidade de vida.

O projeto envolve 95 crianças e adolescentes das escolas localizadas nos bairros Ferreira das Almas e Proença. Iniciado no ano passado, na região, com atividades em Salto de Pirapora (SP), o Práticas Sustentáveis conta com consultoria do Instituto Suinã, que busca levar tecnologias sustentáveis para escolas e comunidades que vivem próximas às unidades da Fibria.

“Nosso intuito é, a partir dessa iniciativa, fortalecer o engajamento de toda a comunidade nas questões ambientais, adotando as práticas sugeridas, que são de fácil aplicação. Também temos o desafio de ampliar a iniciativa para outras escolas e dar autonomia a elas na continuação do trabalho”, diz Israel Batista Gabriel, consultor de Sustentabilidade da Fibria.

A primeira atividade em Capão Bonito (SP) foi a instalação de uma composteira na E.M. Governador Franco Montoro para transformar os resíduos que sobram do lanche dos alunos em adubo para a horta orgânica, que será plantada nas próximas etapas do projeto. A escola já implantou um pomar de vasos e ainda vai receber jardins verticais e uma horta de ervas em espiral.

O projeto também será desenvolvido na E.M. Angelino Sudário de Souza, atendendo a um pedido da associação de moradores do bairro Proenças, com a implantação de uma horta orgânica, seguindo a mesma metodologia de educação ambiental. A ação vai envolver a comunidade que participa do Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT), também apoiado pela Fibria, que ajudará no plantio da horta.



Fonte: Assessoria de Imprensa Fibria