Notícias - Fibria

Publicado 17/01/2014

Fibria avança em detalhamento do projeto da expansão de sua fábrica em Três Lagoas

Fibria avança em detalhamento do projeto da expansão de sua fábrica em Três Lagoas

Implementação da nova linha de celulose da companhia no Mato Grosso do Sul deverá ser submetida à aprovação do Conselho de Administração até o fim do primeiro semestre.

Em continuidade aos estudos de viabilidade para a implementação da nova linha de produção de sua unidade de Três Lagoas (MS), a Fibria, empresa brasileira que é líder do mercado mundial de celulose de eucalipto se reuniu, no interior do Estado de São Paulo, com 150 representantes de 36 fornecedores do setor de equipamentos para a indústria de celulose. A ideia do encontro é convidá-los a participar desta etapa de detalhamento do projeto, que deverá ser submetido à aprovação do Conselho de Administração da Fibria até o fim do primeiro semestre deste ano.

A nova linha de celulose da Fibria em Três Lagoas teria capacidade instalada prevista de 1,75 milhão de toneladas por ano. Com isso, a unidade alcançaria a produção total de 3,05 milhões de toneladas anuais, transformando-se na maior fábrica de celulose do mundo – posto ocupado hoje pela unidade da Fibria em Aracruz (ES), um complexo que reúne três linhas de produção.

Em 2009, a Fibria instalou sua primeira linha em Três Lagoas, com capacidade de 1,3 milhão de toneladas anuais, sendo pioneira na atuação na cidade que hoje é considerada a capital mundial da celulose.

A Fibria, que tem como foco o crescimento com disciplina, está trabalhando para aproveitar o que considera uma janela de oportunidade para a entrada de nova capacidade de celulose, a depender das condições de mercado. “Estamos nos preparando para que a nova linha inicie suas operações no começo do quarto trimestre de 2016, quando acreditamos que haverá espaço para a adição de oferta no mercado, caso se mantenham os fundamentos atuais”, diz Marcelo Castelli, presidente da Fibria.

Fonte: Pauta 6 Comunicação