Notícias - Fibria

Publicado 20/11/2014

Concurso Tempos de Escola premia alunas de Aracruz

Concurso Tempos de Escola premia alunas de Aracruz

Serão premiadas, nesta sexta-feira (21), as estudantes que venceram a etapa municipal do concurso, realizado pelo Instituto Votorantim.

O olhar atento e criativo de crianças e adolescentes de escolas públicas localizadas no município de Aracruz (ES) fez a diferença no registro de histórias e personagens que fazem parte da comunidade local. Com os temas “Venha conhecer a minha terra: carta de apresentação da cidade que ensina” e “Pessoas da minha cidade: biografia de personagens da cidade”, os textos das estudantes Sâmela Souza Costa, 10 anos, e Erislene Viana da Silva, 14, venceram a etapa municipal da 6ª Edição do Concurso Tempos de Escola 2014. O concurso é promovido pelo Instituto Votorantim, braço social do Grupo Votorantim, representado pela Fibria no Espírito Santo. A iniciativa conta com a parceria do Ministério da Educação (MEC) e do Canal Futura.

Os textos foram selecionados entre mais de 230 redações avaliadas pela comissão julgadora do concurso. A premiação será nesta sexta-feira (21), às 14 horas, no Ginásio da Arca, em Aracruz. As vencedoras ganharão bicicleta e máquina fotográfica. Professores orientadores e diretores também serão premiados com placas e troféus. Os premiados são das escolas municipais de ensino fundamental “Novo Irajá” e “Ezequiel Fraga Rocha”.

Com o tema “Nossa cidade também ensina. A educação está em todos os lugares”, a 6ª edição do concurso, direcionado a alunos da rede pública dos ensinos fundamental e médio, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA), é realizada em mais de 15 municípios de 11 estados brasileiros onde o Grupo Votorantim atua. No Espírito Santo, o concurso inclui escolas dos municípios de Aracruz e de São Mateus, regiões de atuação da Fibria. Valor da educação Para Licia Lucas Cantarella, consultora de Sustentabilidade da Fibria, a iniciativa busca sensibilizar os estudantes sobre a importância da dedicação aos estudos e o valor da educação para seu desenvolvimento pessoal e da sociedade. Também visa orientar os educadores na realização de boas propostas de produção escrita junto aos alunos, de modo que todos possam ter aprendizagens significativas ao longo do processo de aprendizagem.

Ela acrescenta que a integração entre a escola e a cidade visa ampliar o desenvolvimento educacional e humano de alunos e outros públicos envolvidos, conscientizando os participantes em relação à realidade local e promovendo o conhecimento. “A ideia é priorizar localidades de alta importância para a Fibria e aproveitar sinergias com outros projetos e ações de relacionamento”, ressalta. A secretária Municipal de Educação de Aracruz, Acácia Gleci do Amaral Teixeira fala sobre a iniciativa. “É um privilégio participar desse movimento em prol da educação. O concurso traz uma orientação consistente para professores, pedagogos e gestores escolares desenvolverem um trabalho de produção escrita. A ação faz diferença no município, em especial, na sensibilização da comunidade escolar estimulando nossos alunos a produzirem textos de qualidade. Também cumpre seu objetivo em promover aprendizagens significativas no que se refere à formação de leitores e escritores”, observa.

Categorias Os trabalhos concorreram na categoria 1 (alunos do ensino fundamental do 4º ao 6º ano) e na categoria 2 (estudantes do ensino fundamental do 7º a 9º ano). Os resultados foram publicados no Blog Educação (www.blogeducacao.org.br ).

Vencedores: EMEF Novo Irajá (categoria 1) Estudante: Sâmela Olimpio Souza Professora orientadora: Glaucia D’arc Alves de Lima Diretora: Cristiane Nunes Loureiro. EMEF Ezequiel Fraga Rocha (categoria 2) Estudante: Erislene Viana da Silva Professora orientadora: Ettiene Kátia dos Anjos Ferreira Diretora: Penha Casotti Flores Sobre o Instituto Votorantim – Com 12 anos de atuação, o Instituto Votorantim orienta as empresas do Grupo, presente em mais de 300 municípios brasileiros e 20 países, em ações voltadas ao desenvolvimento local sustentável, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das regiões onde as empresas operam. Atua nos campos da educação, geração de trabalho e renda, trabalho, apoio a gestão pública, cultura, preservação e fortalecimento de direitos infanto-juvenis, entre outros. Em 2013 foram investidos 61,5 milhões de reais em 249 projetos, de 149 municípios brasileiros, que beneficiaram mais de 452 mil pessoas. Sobre a Fibria – Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,25 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas situadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), esta última onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis, a Fibria trabalha com uma base florestal própria de 970 mil hectares em áreas localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, dos quais 343 mil são destinados à conservação ambiental. A Fibria mantém cerca de 18.900 trabalhadores, entre empregados diretos e indiretos, e está presente em 254 municípios de sete Estados brasileiros.

Fonte: Pauta 6 Comunicação