Notícias - Fibria

Publicado 08/09/2021

Com apoio da Suzano, agricultores familiares comemoram a marca de 140 toneladas de alimentos comercializados por delivery no ES, BA e MG

Com apoio da Suzano, agricultores familiares comemoram a marca de 140 toneladas de alimentos comercializados por delivery no ES, BA e MG
A iniciativa “A feira vai até você” foi lançada em maio do ano passado para mitigar os impactos da pandemia no campo e gerou uma receita bruta de R$ 880 mil

Agricultores familiares do Espírito Santo, Extremo Sul da Bahia e nordeste de Minas Gerais comemoram a marca de 140 toneladas de alimentos comercializados por delivery em um ano da iniciativa “A feira vai até você”. A ação foi lançada pela Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, em maio do ano passado, com o objetivo de minimizar os impactos econômicos da pandemia nas comunidades rurais apoiadas pelo Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT). Ao longo dos 15 meses, a iniciativa gerou uma receita bruta de R$ 880 mil aos pequenos produtores participantes, decorrente das 16.661 cestas de alimentos agroecológicos comercializadas por meio do sistema de entrega domiciliar.

“Com o fechamento das feiras e o isolamento social, o escoamento da produção dos pequenos agricultores ficou comprometido. A ação foi idealizada como forma de auxiliar a retomada das vendas e conectou clientes e produtores, fortalecendo a rede local e garantindo renda durante a pandemia. Com o sucesso da iniciativa e a fidelização dos clientes, os pequenos produtores continuam realizando as vendas por delivery mesmo com a retomada do comércio”, afirma Douglas Peixoto, Coordenador de Desenvolvimento Social da Suzano.

Por meio da iniciativa, a empresa forneceu assistência técnica necessária para a montagem das cestas com os produtos, gestão e operacionalização da logística das entregas. Todo o processo, da colheita à entrega dos alimentos, obedece a rígidas medidas de segurança contra a Covid-19. No Espírito Santo, a ação contempla 286 famílias nos municípios de Aracruz, Fundão, São Mateus e Conceição da Barra. Já na Bahia e em Minas Gerais, a iniciativa beneficia 150 famílias de produtores nos municípios de Caravelas, Alcobaça, Prado, Nova Viçosa, Mucuri e Teixeira de Freitas (BA) e Nanuque (MG), que fazem parte do PDRT (Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial).

A agricultora Maria da Penha, que faz parte da Associação de Moradores e Agricultores de Brejo Grande (Amab), em Aracruz, destaca que o apoio do programa tem sido fundamental na divulgação dos produtos e conquista de novos clientes. “A parceria gerou maior visibilidade ao trabalho dos produtores, trazendo um importante auxílio financeiro, além de proporcionar melhorias na apresentação dos produtos, comunicação com os clientes e também na logística de venda e entrega”.

No Espírito Santo, os pedidos podem ser feitos pelos seguintes canais de comunicação:

- Em Aracruz e Fundão, os pedidos podem ser feitos por meio do e-commerce www.cafaracruz.com.br. As entregas acontecem toda quarta-feira.

- Em São Mateus e Conceição da Barra, os pedidos devem ser feitos pelo Whatsappp (27) 99808-4346.

No Extremo Sul da Bahia, o serviço de delivery é realizado da seguinte forma:

- Em Mucuri, os pedidos podem ser feitos por meio do site  https://nossafeira.lojaintegrada.com.br/ ou pelo Whatsapp (73) 99869-7537. As entregas acontecem toda sexta-feira.

- Em Teixeira de Freitas, Posto da Mata, Caravelas e Itabatã, os pedidos podem ser feitos no site  https://hidrorganica-cestasaudavel.lojaintegrada.com.br/ ou pelo Whatsapp (73) 98884-7948. Em Teixeira de Freitas, as entregas são realizadas toda quarta-feira. Já nas outras regiões, as entregas acontecem toda sexta-feira.

Nacional

A ação também ocorre em São Paulo, Maranhão e Mato Grosso do Sul, beneficiando mais de 310 agricultores familiares em 38 comunidades rurais, ao todo. Juntas, essas comunidades conquistaram a marca de 430,24 toneladas de alimentos comercializados por delivery, o correspondente a 75,3 caminhões cheios. No período, foram comercializadas 50.587 cestas entregues por delivery, que geraram uma receita bruta total de R$ 1,55 milhões.

“A Suzano já possuía uma ampla estratégia de investimento social e relacionamento com foco na geração de renda, e em função do contexto de pandemia, incrementou essa estratégia do Cesta Delivery, sempre conectada à uma das suas metas de longo prazo, de mitigar o problema da distribuição de renda nas áreas em que está presente”, afirma Douglas Peixoto.

O Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT) visa o fortalecimento das comunidades rurais e a geração de trabalho e renda para pequenos produtores. São três eixos de atuação: gestão, produção e comercialização das associações e cooperativas participantes, permitindo que essas comunidades, capacitadas, conquistem sua independência financeira. No Espírito Santo, o PDRT está presente desde 2013, contando atualmente com 264 famílias participantes. Na Bahia, o programa atua junto às comunidades rurais desde 2011. Atualmente, são 1.511 famílias beneficiadas de 50 associações e uma cooperativa das comunidades rurais do Território do Extremo Sul da Bahia. No Brasil, mais de 5 mil famílias, em nove estados e mais de 118 localidades já foram beneficiadas pelo programa.

Sobre a Suzano
A Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos.


Fonte: P6 Comunicação