Notícias - Fibria

Publicado 07/10/2014

Artesãs do Projeto Espírito das Águas visitam a Casa Cor ES

Artesãs do Projeto Espírito das Águas visitam a Casa Cor ES

A visita é uma oportunidade para o aperfeiçoamento de técnicas artesanais e inovações no processo criativo da coleção. A iniciativa é promovida pela Fibria em parceria com o Sebrae/ES.

Um grupo de 25 artesãs do Projeto Espírito das Águas, desenvolvido pela Fibria e Sebrae/ES em Santa Cruz e Barra do Riacho, no município de Aracruz (ES), vai participar de uma visita técnica à Casa Cor Espírito Santo – edição 2014, nesta quarta-feira (8), às 15 horas. As artesãs estão expondo seus trabalhos no “Armazém do Artesanato Capixaba”, espaço da Casa Cor que reúne produtos diversos de pequenos empreendedores capixabas, no Shopping Mestre Álvaro, Serra (ES).

Licia Lucas Cantarella, consultora de Sustentabilidade da Fibria, explica que a visita é uma oportunidade para as artesãs aperfeiçoarem técnicas artesanais, já que a Casa Cor é uma referência em arquitetura, decoração e paisagismo, recebendo pessoas de diversos locais. Ela acrescenta que a participação das artesãs na Casa Cor amplia o potencial de vendas e renda no mercado.

Exposição Os produtos do Projeto Espírito das Águas seguem expostos na Casa Cor ES 2014 até o dia 11 de novembro, no Shopping Mestre Álvaro, Serra (ES). Com o slogan “Um Olhar Muda Tudo”, a mostra reúne produtos diversos de outros empreendedores do Estado em ambientes criativos, sofisticados e modernos.

A coleção artesanal do Espírito das Águas inclui técnicas variadas como biscuit (massa), papel machê, bordado, crochê, pintura, costura e arte com conchas. As peças foram inspiradas no mar, rios da região e em suas riquezas, o que inspirou também o nome do projeto: Espírito das Águas. Nos diferentes tipos de arte são retratadas as espécies que ocorrem na região, como tartaruga, caranguejo, toninha (espécie de boto ameaçado de extinção) e outras.

Sobre o Projeto Espírito das Águas Desenvolvido pela Fibria em parceria com o Sebrae/ES, o projeto visa fomentar o artesanato de mercado como alternativa de renda para as famílias. O programa estimula o desenvolvimento de produtos baseados nas tendências de mercado, tendo como diferenciais a inovação e a qualidade total, além de valorizar a cultura local.

Fonte: Pauta 6 Comunicação