Notícias - Fibria

Publicado 10/07/2014

Armadilha para abelhas reduz riscos de acidentes na Fibria

Armadilha para abelhas reduz riscos de acidentes na Fibria

A iniciativa visa garantir a segurança dos trabalhadores da área fabril, além de contribuir para a produção de mel.

Com o objetivo de garantir a segurança dos trabalhadores da sua área industrial, a Fibria instalou armadilhas para capturar abelhas. Desenvolvida em parceria com a Associação de Apicultores de Aracruz (Apiara) – uma das participantes do Projeto PDRT Colmeias – e instalada por bombeiros que prestam serviços à Fibria, a caixa isca atrai as abelhas, evitando que os enxames fiquem em regiões da fábrica. As abelhas capturadas são transferidas para áreas florestais  e utilizadas para a produção de mel no projeto Colmeias.

Os resultados têm sido positivos. Entre janeiro a maio de 2013, foram atendidos na Fibria 48 casos de incidentes com abelhas. Durante o mesmo período deste ano foram registrados 14 ocorrências, o que significa uma queda de 71%. “A meta é reduzir a zero o número de incidentes e acidentes envolvendo abelhas, e consequentemente, preservar o meio ambiente”, destaca Valcemar Claudino Pereira, Supervisor de Bombeiros que atua na AMR, provedor de serviços da Fibria.

A armadilha foi desenvolvida a partir de estudos sobre o comportamento das abelhas. “A compreensão e a elucidação de quais variáveis poderiam estar influenciando o comportamento dos insetos poderia resultar em uma caixa isca que fosse altamente atrativa para as abelhas e extremamente prática para monitorar e retirar os enxames das regiões passíveis de acidentes (regiões urbanizadas)”, explica Valcemar.

Projeto PDRT Colmeias – Contribui, de forma sustentável, para o fomento da cadeia produtiva do mel por meio da implantação de novas tecnologias, fortalecimento das associações e cooperativas de apicultores e disponibilização de pasto apícola nas áreas florestais da empresa.

Fonte: Pauta 6 Comunicação