Notícias - Fibria

Publicado 16/09/2021

Agente do Bem promove capacitação para educadores da rede pública em Aracruz

Agente do Bem promove capacitação para educadores da rede pública em Aracruz
“Crescer sem violência” foi o tema da oficina, realizada pelo Canal Futura em uma parceria que envolve a Prefeitura de Aracruz, a Childhood Brasil e Portocel

Um grupo de cerca de 60 educadores da rede pública municipal e estadual de Aracruz participou recentemente de uma oficina do Agente do Bem, movimento que propõe ações de prevenção e enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes. “Crescer sem Violência” foi o tema da oficina de formação de educadores, ministrada em formato on-line pelo Canal Futura. A ação é uma parceria que envolve a Prefeitura de Aracruz, a Childhood Brasil e a Portocel.

Realizada nos dias 8, 9, 10 e 13 de setembro, a formação de professores, coordenadores e pedagogos teve como objetivo orientar e promover a capacitação destes profissionais da rede de ensino para que reconheçam eventuais situações de violência contra criança e adolescente. A capacitação busca prepará-los para que identifiquem esse tipo de situação, utilizando conteúdo informativo e atraente, sem expor as crianças e adolescentes.

Preparar educadores para o enfrentamento do abuso e da violência sexual contra crianças e adolescentes é uma das ações do Agente do Bem, que já promoveu formações nesse sentido para representantes da rede de proteção, conselheiros tutelares e representantes da Prefeitura Municipal de Aracruz, entre outros públicos.

Aracruz é o primeiro município do Espírito Santo a contar com uma lei de prevenção e enfrentamento a esse tipo de violência, a Lei n.º 4.325/setembro 2020, que apresenta diretrizes para elaboração do Plano Municipal de Enfrentamento às Violências contra Crianças e Adolescentes, Fluxos e Protocolos de Atendimento. O município vem se preparando para lidar com uma situação que é realidade em muitos lares e que, na maior parte das vezes, vem à tona nas escolas. Portocel e a Childhood Brasil vêm apoiando a Prefeitura nesse sentido.

"A temática Crescer sem Violência, discutida na formação, trouxe importantes informações e reflexões sobre as situações de abuso e violência vivenciadas no cotidiano de muitos estudantes. Essa ação contribui de forma expressiva para orientar e fortalecer as equipes escolares na identificação, enfrentamento e combate à violência contra crianças e adolescentes em nosso município, sendo uma importante ferramenta de sensibilização e mobilização das pessoas em relação à proteção e aos direitos dessas crianças e adolescentes”, destaca Marineusa Soares Pimentel Ribeiro, subsecretária de Educação do município de Aracruz.

Sobre a Childhood Brasil – A Childhood Brasil é uma organização brasileira que faz parte da World Childhood Foundation, instituição internacional criada em 1999 pela Rainha Silvia, da Suécia.  O seu foco de atuação é a proteção da infância e adolescência contra o abuso e a exploração sexual. A organização se tornou referência no país pois já desenvolveu e apoiou projetos que vêm transformando a realidade da infância brasileira vulnerável à violência, dando visibilidade e dimensão ao problema, implantando soluções efetivas adotadas por setores empresariais, serviços públicos e educando a sociedade em geral.

Sobre Portocel – Com capacidade para embarcar 7,5 milhões de toneladas/ano de cargas, Portocel é reconhecido por sua eficiência na movimentação de produtos florestais e outras cargas, dispondo de completa infraestrutura logística, instalações e equipamentos integrados a diferentes modalidades de transporte: importação e exportação, longo curso e cabotagem, cargas gerais, projetos, granéis e operações de oil & gas. O porto é controlado por dois grandes players do setor de celulose e papel: a Suzano e a Cenibra. Com localização privilegiada no município de Aracruz (ES), o terminal está conectado por malha rodoviária e ferroviária aos principais centros produtivos e de consumo do país.


Fonte: P6 Comunicação