Notícias - Fibria

Publicado 10/09/2019

A Incrível Máquina de Livros encerra viagem pelo Brasil na cidade de Aracruz

A Incrível Máquina de Livros encerra viagem pelo Brasil na cidade de Aracruz

Já pensou se existisse uma invenção capaz de transformar os livros já lidos em outros livros? Com certeza seria muito mais fácil ampliar o repertório de leitura. O que era sonho agora virou realidade graças ao projeto A INCRÍVEL MÁQUINA DE LIVROS, uma iniciativa da Infinito Cultural, em parceria com a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e com o patrocínio da Suzano. De forma inovadora, o projeto incentiva a leitura e a formação de leitores, atraindo a atenção do público pelo viés da fantasia e da imaginação. 

Após passar por oito cidades em cinco estados brasileiros, A INCRÍVEL MÁQUINA DE LIVROS encerra sua viagem na cidade de Aracruz, no Espírito Santo. O projeto, que acontece dias 14, 15 e 16 de setembro (sábado a segunda-feira), das 10h às 18h, na Praça da Paz, passou pelos municípios de Suzano, Jacareí e Cabreúva (São Paulo), Anápolis (Goiás), Palmas (Tocantins), Imperatriz (Maranhão) e Teixeira de Feitas e Mucuri (Bahia). Em 2018, a Incrível Máquina fez a alegria de leitores em 21 municípios de 13 estados brasileiros. 

A ação acontece da seguinte maneira: A INCRÍVEL MÁQUINA DE LIVROS estará estacionada em locais públicos de cada cidade durante três dias consecutivos. O participante leva um livro novo ou usado em boas condições (não pode estar rasgado ou riscado), insere na Máquina e aperta um dos dois botões disponíveis – adulto ou infantil. Automaticamente, como um toque de mágica, aquele livro se transforma em outro livro, que o participante levará para casa e aproveitará sua nova leitura. 

Como a ideia é dar oportunidade para o máximo de pessoas participarem da ação, cada um pode colocar até no máximo três livros. Vale lembrar também que os livros que as pessoas colocarem serão futuramente transformados para outras pessoas e por isso não serão aceitos gibis, livros didáticos e livros técnicos. 

Livros de autores indicados ao Prêmio Jabuti

A INCRÍVEL MÁQUINA DE LIVROS tem a capacidade de transformar mil livros por dia. Serão centenas de títulos disponíveis, como clássicos da literatura mundial e brasileira, escritoras infantis de sucesso como Eva Furnari e Ana Maria Machado, além das obras dos autores indicados ao Prêmio Jabuti. Uma novidade para a temporada 2019 é que obras da escritora Conceição Evaristo, homenageada do ano pelo Prêmio Jabuti, integram o acervo do projeto. Os livros transformados, que podem ser novos ou usados, sempre são uma surpresa. 

Segundo Fauze Hsieh, presidente da Infinito Cultural, promover e incentivar a leitura além de ser uma questão prioritária, é algo motivador. “Em um mundo cada vez mais conectado e digital, é de extrema importância trazer para a pauta do dia, a relevância dos livros na educação e formação, de uma forma leve e descontraída. A proposta A INCRÍVEL MÁQUINA DE LIVROS é trabalhar o lúdico e despertar o interesse pela leitura a partir da valorização do objeto livro”, conta ele. 

Em 2018, todas as expectativas foram superadas e a passagem da máquina pelas cidades foi um sucesso. “É uma sensação de dever cumprido. Quando olho para as pessoas que se locomovem de vários locais de suas cidades para virem até a máquina é a certeza que o projeto está no caminho certo. Ver a participação e engajamento de tantas pessoas é acreditar que projetos culturais trazem inúmeros benefícios à sociedade”, acredita Fauze. 

De acordo com Vitor Tavares, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), ações que estimulem o hábito da leitura e promovem a difusão da cultura por meio do acesso aos livros é de extrema importância. “Como integrantes do setor editorial, temos o dever de contribuir e apoiar, ficamos sempre felizes em compartilhar e participar da Incrível Máquina de Livros”. 

Para Marcelo de Oliveira, gerente executivo industrial da Suzano em Aracruz, o projeto é importante para incentivar a leitura, que gera curiosidade e estimula o desenvolvimento. “É uma ação essencial para formação de leitores, para inspirar as pessoas e ajudar a transformar o mundo”. 

Programação:

Aracruz (Espírito Santo)
Data: De 14 a 16 de setembro, de sábado a segunda-feira, das 10h às 18h
Local: Praça da Paz 

Sobre a Infinito Cultural

Liderada por Fauze Hsieh, a Infinito Cultural acredita no poder transformador da Leitura. Há 12 anos trabalham em conjunto com a Câmara Brasileira do Livro (CBL) no planejamento e organização da maior Feira de Livros da América Latina, a Bienal Internacional de Livros. São os responsáveis também pela idealização e realização do projeto itinerante Caminhos da Leitura, que já circulou por dezenas de cidades brasileiras levando acesso à leitura e programação cultural gratuita para mais de meio milhão de pessoas. Para saber mais, acesse infinitocultural.com.br.

Sobre a CBL

Fundada em 20 de setembro de 1946, a Câmara Brasileira do Livro (CBL) congrega editores, livreiros, distribuidores e creditistas de todo o Brasil com o objetivo maior de valorizar o livro e, assim, desenvolver e ampliar o mercado. As ações para difundir e estimular o hábito da leitura e a democratização do acesso ao livro são as maiores bandeiras da entidade. A CBL organiza alguns dos mais importantes e tradicionais eventos do setor editorial brasileiro, como a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, o Prêmio Jabuti, o Congresso Internacional CBL do Livro Digital e a Escola do Livro, além de participar de feiras nacionais e internacionais. Em 2016 a entidade completou 70 anos. 

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.



Fonte: P6 Comunicação