Notícias - Fibria

Publicado 26/08/2014

40 jovens iniciam curso de Operador de Máquina Florestal em São Mateus

40 jovens iniciam curso de Operador de Máquina Florestal em São Mateus

Oferecido pelo Pronatec, em parceria com a Fibria, o curso está qualificando trabalhadores para o setor florestal.

O Curso de Operador de Máquina Florestal, promovido pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em parceria com a Fibria, está qualificando trabalhadores para o setor florestal.  Mais de 500 candidatos se inscreveram para o processo seletivo, que incluiu prova objetiva e teste de habilidades. Destes, 40 foram aprovados e estão participando da capacitação, realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em São Mateus.  As aulas começaram nos dias 26 e 28 de julho para duas turmas, cada qual com 20 alunos.

Durante o curso, os aprendizes recebem orientações sobre segurança, meio ambiente, trabalho em equipe, técnica operacional com o Simulador Virtual Symlog Harvester.

Por meio da formação, os alunos desenvolvem habilidades manipulativas, adquirem conhecimentos técnicos e específicos de mecânica, hidráulica e elétrica básica com segurança. Os alunos aprendem a manipular equipamentos de alta tecnologia, como o Cabeçote 370-E, que tem a função de colher, descascar o tronco e cortá-lo em toras. Esse equipamento custa em torno de R$ 400 mil e foi disponibilizado pela Fibria para o curso com o intuito de potencializar o aprendizado, ressalta Durval Nascimento Bento, analista de Desenvolvimento Operacional da empresa.

De acordo com Josiane Mercandele Gomes, analista de Programas Institucionais do Senai, os aprendizes têm apresentado um bom desempenho nas salas de aula. “Os alunos estão bem envolvidos e são muito participativos. Eles estão sempre procurando aprender e tirar dúvidas”, observou.

Durval explica que há uma demanda por profissionais especializados na área florestal. “Esse setor tem crescido muito. O curso é uma grande oportunidade de qualificação para novos profissionais. A ideia é preparar mão de obra local, valorizando pessoas das comunidades próximas às operações da empresa. Futuramente, poderão ser inseridas no mercado de trabalho”, diz.

As aulas do período matutino começaram dia 26 de julho e seguem até 13 de outubro. Já a turma do período integral (com aulas aos sábado) segue até janeiro de 2015. Com duração de 220 horas, o curso é gratuito e oferece uma bolsa auxílio de R$ 440 reais aos participantes.  Ao final da formação, os alunos receberão Certificado de Qualificação Profissional como Operador de Máquina Florestal Harvester.

Fonte: Pauta 6 Comunicação